terça-feira, abril 23, 2024
Tecnologia

Com 100 milhões de usuários por semana, ChatGPT ganha atualização

(FOLHAPRESS) – No primeiro evento para programadores da criadora do ChatGPT, OpenAI, o chefe-executivo da empresa, Sam Altman, anunciou uma atualização da inteligência artificial, agora com acesso a informações mais recentes e capaz de compreender textos longos. O modelo divulgado nesta segunda (6) se chama GPT-4 Turbo.

Com as melhorias, a inteligência artificial passa a ter conhecimento sobre fatos ocorridos até abril de 2023. Também ganha capacidade de compreender informações contextuais de cerca de 128 mil fragmentos de palavra -o correspondente a um livro de 300 páginas.

A nova versão do ChatGPT ganhou a capacidade de interpretar quais funções adicionais usar sem precisar de comandos prévios. Antes, por exemplo, para fazer buscas na internet era necessário selecionar uma opção em um menu no topo da tela. Agora a plataforma identifica a necessidade de fazer a busca apenas a partir das instruções textuais.

O mesmo valia para outras funcionalidades voltadas a programação e interpretação de dados.

Ainda no evento, Altman anunciou que o ChatGPT alcançou uma média de 100 milhões de usuários por semana, sem precisar de publicidade. “Tudo foi feito no boca a boca.” Redes sociais costumam divulgar esse dado por semana, o que dificulta a comparação.

Atualmente, 2 milhões de programadores desenvolvem aplicações a partir da tecnologia da OpenAI.

A princípio, o GPT-4 Turbo fica restrito a clientes corporativos da OpenAI. Esse público paga a startup de IA por quantidade de texto gerado e não tem uma assinatura fixa.

Além de ser capaz de processar mais dados, o GPT-4 Turbo sairá até 2,75 vezes mais barato para as empresas. Até então, o GPT-4 custava 20 vezes mais do que o GPT 3.5.

A partir desta segunda, todas as opções de serviço para empresas da OpenAI ficam mais baratas.

Outra novidade anunciada nesta segunda foi a possibilidade de desenvolver plataformas especializadas chamadas de “GPTs” dentro do próprio ChatGPT. Com isso, será possível, por exemplo, treinar uma versão do ChatGPT dedicada a responder a dúvidas sobre biologia, com menos chance de erro.

Isso poderá ser feito sem necessidade de programação, apenas com comandos em texto.

Soluções como essa já estavam em testes em grandes empresas, como o aplicativo de bate-papo Discord. A empresa usa uma IA desenvolvida com a OpenAI para identificar mensagens violentas e dar respostas adequadas aos usuários.

A moderação de discursos abusivos na internet é uma das apostas da OpenAI para gerar dinheiro a partir de suas soluções de inteligência artificial.

As plataformas da OpenAI também ganham nesta segunda a funcionalidade de ler textos com seis vozes diferentes. A demonstração foi feita em inglês e não há informações se o recurso funcionará em outros idiomas.

Os aplicativos do ChatGPT para smartphone já eram capazes de receber comandos por voz e de interpretar imagens desde atualizações anteriores.

Leia Também: Rumores podem ter revelado todas as cores do Galaxy S24

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *