terça-feira, maio 21, 2024
Esportes

Palmeiras reduz dívida com a Crefisa e vê história perto de fim

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O Palmeiras deu mais um passo para quitar a dívida que tem com a Crefisa. O Palmeiras reduziu a dívida com a Crefisa para R$ 43 milhões. O UOL apurou que o valor foi apresentado em uma das últimas reuniões do COF (Conselho de Orientação e Fiscalização).

A dívida chegou a R$ 172 milhões no final de 2019. Desde então, o valor só caiu, já que o clube parou de usar os aportes da Crefisa para contratar reforços, principalmente nos primeiros anos de parceria.

O Palmeiras traçou um plano para pagar a dívida. Inicialmente, o clube pagava o que devia à empresa com os valores de venda de jogadores. Depois, passou a pagar o débito com premiações dos títulos conquistados nos últimos anos.

A Crefisa fez aportes financeiros para contratar jogadores ou ampliar contratos de atletas. Entre eles, estão Miguel Borja (River Plate), Vitor Higo (Bahia), o ex-meia Alejandro Guerra, Deyverson (Cuiabá), Carlos Eduardo (Alanyaspor) e Dudu (que até hoje segue no clube).

A reportagem entrou em contato com o Palmeiras sobre a previsão para quitar a dívida, mas o clube afirmou que o cronograma contábil é assunto interno.

PALMEIRAS PAGOU R$ 64,7 MILHÕES PARA A CREFISA NO ANO PASSADO

No final de 2021, a dívida do Palmeiras com a Crefisa estava em R$ 119 milhões. No ano passado, o clube conseguiu pagar R$ 64,7 milhões, e a dívida teve sua primeira queda significativa.

Após a divulgação do balancete do mês de julho, esse valor caiu para R$ 43 milhões.

A Crefisa é a patrocinadora máster do Palmeiras até o final de 2024. O valor fixo pelo patrocínio é de cerca de R$ 80 milhões por ano. Com premiações por conquistas, o acordo pode chegar a até R$ 120 milhões anuais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *