sábado, março 2, 2024
Famosos

Filha de Betty Faria diz que a atriz é ‘narcisista’ e ‘sociopata’: ‘Vivi um filme de terror’

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Alexandra Marzo, 55, decidiu quebrar o silêncio e abrir seu coração sobre a complexa relação que mantém com sua mãe, a renomada atriz Betty Faria, 82. O estopim para esse desabafo público foi a presença de Betty no Festival do Rio, acompanhada por Giulia Butler, filha de Alexandra e neta da atriz. Em publicação em seu Instagram, a atriz compartilhou suas experiências difíceis desde a juventude, revelando um histórico de conflitos familiares profundos.

“Há muito tempo me calei diante das injustiças e calúnias proferidas por minha progenitora à justiça e à imprensa. Desde 2012, tenho enfrentado um sofrimento indescritível e de dimensões monstruosas. Nasci em uma família tóxica, altamente disfuncional, com uma mãe que se pode caracterizar como sociopata”, desabafou, em um trecho inicial do post.

Além disso, Alexandra acusou sua mãe de utilizar sua neta para seus próprios fins. “Minha filha foi e continua sendo utilizada por minha mãe sempre que isso lhe convém, como é típico de pessoas que apresentam transtorno do espectro narcisista/sociopata. Não há lugar para amor nessas pessoas, apenas ganância, competição, inveja e muita raiva”, escreveu ela.

“Durante toda a minha vida, eu acreditava que minha mãe era emocionalmente imatura e carregava seus próprios problemas. Guardava esse segredo e tentava protegê-la, muitas vezes de si mesma. Entretanto, hoje, finalmente compreendo o que estava ocorrendo.”

Ela ainda descreveu a natureza dos narcisistas, afirmando que, apesar de serem internamente como crianças, são crianças que não amam. “Possuem uma maturidade emocional semelhante à de uma criança de aproximadamente 5 anos. Não conseguem superar o trauma do abandono em sua infância e, assim, abandonam o amor, optando pelo poder. Vivem representando, estudando a psique dos outros para manipulá-los e aprisioná-los, minando sua autoestima”, prosseguiu.

Alexandra também alegou que Betty Faria teria oferecido álcool à neta quando esta ainda era menor de idade. “O que ouvi do outro lado da linha telefônica foi um silêncio e a chamada sendo encerrada abruptamente”, relatou.

“Narcisistas não dialogam, apenas discursam. Quinze dias depois, recebo uma ligação de um advogado informando que estava sendo citada em um processo judicial por supostamente impedir que a avó visse a neta. Deturpação da realidade, falsidades, advogados subornados. Eu vivi um verdadeiro pesadelo que se arrastou por mais de uma década. Chega!”, concluiu seu desabafo.

Betty Faria foi procurada pelo F5 e não retornou até a publicação desta reportagem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *