segunda-feira, abril 22, 2024
Esportes

Dorival Júnior exalta jovens do São Paulo e prevê ‘muita dificuldade’ diante do Santos

Dorival Júnior trabalhou por quase 200 jogos no comando do Santos na Vila Belmiro. Sabe como é atuar no estádio com jovens, como fez com Neymar e companhia, e fez questão de frisar os seus meninos na vitória sobre o Red Bull Bragantino nesta quarta-feira. Ao mesmo tempo em que elogiou a safra tricolor, pediu calma. Aproveitou para reconhecer que domingo será um jogo bastante complicado diante do Santos, novamente no estádio, mas falou em “jogar com seriedade.”

“Estou muito feliz, mesmo com a perda de alguns jogadores após a conquista da Copa do Brasil, o time vem dando uma resposta muito positiva. Quando chegamos, alguns garotos sentiam peso de um apupo, o questionamento, como (Rodrigo) Nestor, Pablo Maia, que tinha alguns problemas e hoje chama atenção do País todo, o Juan, que jogou como adulto, com intensidade, em briga constante, vencendo duelos. São meninos que merecem um pouquinho de paciência para encontrar o seu melhor”, afirmou o treinador. Dos citados, apenas Nestor, machucado, não jogou nesta quarta. O time ainda teve Beraldo e Nathan, também muito bem.

Dorival usou Lucas Evangelista, hoje o cérebro do meio-campo do Bragantino, como exemplo para os são-paulinos terem paciência. O jogador passou pelo clube do Morumbi e acabou “deslanchando” no clube e hoje brilha no interior.

“Esse menino (Juan) precisa de uma sequência de jogos, uma confiança maior. Que todos tenhamos paciência com esse garoto. De repente, rapidamente se posiciona. Evangelista passou por aqui. A maturação não acontece com todos na mesma igualdade. Peço ao torcedor que entendam que esses jogadores se dedicam muito e a resposta pode demorar um pouco”, alertou o treinador.

Já pensando no duelo com o Santos, que ainda briga contra a queda – o São Paulo atingiu os 45 pontos mágicos – o treinador lembrou de quando dirigia Neymar para citar a dificuldade que o São Paulo terá no domingo, às 18h30.

“Estava tentando me lembrar da última partida que disputei aqui dentro. Se não me falhe a memória, foi um jogo com atuação espetacular do Neymar, um Santos x Inter com dois gols dele vindo do meio do campo. Lembrando dos movimentos dessa partida e da responsabilidade de jogar no fim de semana, uma partida decisiva para muitos clube e para o próprio Santos”, disse, “Não é fácil, fiz quase 200 jogos com o Santos, aqui é uma situação bem difícil, só que estou defendendo outro clube, por qual tenho enorme respeito e vou tentar fazer o meu melhor, sabendo que será complicado.”

Dorival revelou que pensa em rodar o elenco nas rodadas finais, pode observar Ferraresi e Méndez, a quem deu poucas oportunidades, mas garantiu que não vai abrir mão de buscar as vitórias na competição. “Quero fazer a melhor campanha possível.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *