segunda-feira, abril 22, 2024
Esportes

Al-Hilal deve suspender contrato de Neymar a pedido de Jorge Jesus; entenda

O atacante Neymar deve ter o seu contrato suspenso com o Al-Hilal, da Arábia Saudita, a pedido do técnico Jorge Jesus. A decisão surpreendente não tem por objetivo excluir o jogador do time por causa da grave lesão no joelho esquerdo – deve deixar o jogador de oito a dez meses fora do gramados. A medida, se confirmada, se deve a uma questão burocrática.

Segundo o jornal italiano Corriere dello Sport, o clube árabe gostaria de liberar uma vaga para compra de jogador estrangeiro na janela de transferências de janeiro. Jorge Jesus, ex-Flamengo, teria pedido ao clube a compra de um lateral-esquerdo. Para isso, o clube decidiu suspender temporariamente o contrato de Neymar.

Neymar se machucou em uma disputa no meio-campo ainda no primeiro tempo do embate com o Uruguai, pelas Eliminatórias. Ele teve lesões no ligamento cruzado anterior e meniscos do joelho esquerdo. Na ocasião, saiu de campo de maca. O jogador foi operado na quinta-feira da última semana, em Belo Horizonte, no hospital Mater Dei, pelo médico do Atlético-MG e da seleção brasileira Rodrigo Lasmar.

Aos 31 anos, Neymar foi contratado pelo Al-Hilal em 15 de agosto junto ao Paris Saint-Germain, com quem tinha contrato até 2027. Além dos valores exorbitantes, o contrato de Neymar também prevê privilégios como mansão com empregados, diversos bônus e a presença da namorada Bruna Biancardi na Arábia Saudita.

Neymar entrou poucas vezes em campo neste ano. Em fevereiro, ele ficou cinco meses em recuperação por causa de uma lesão no tornozelo direito e também teve de passar por cirurgia. Principal nome do Al-Hilal para esta temporada, o camisa 10 da seleção brasileira entrou em campo apenas cinco vezes pelo novo clube e marcou um gol.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *