sexta-feira, maio 24, 2024
Mundo

Ex-soldado britânico riu quando foi detido pela polícia

O suspeito de terrorismo que escapou da prisão passou a noite sob custódia policial depois de ser detido nos subúrbios de Londres – terminando assim as suas 75 horas em fuga.

Imagens obtidas pelo jornal The Sun mostraram o jovem de 21 anos sentado e algemado ao lado de um saco de cama. 

Segundo a Sky News, quando foi detido, riu-se. 

Daniel Abed Khalife, de 21 anos, teria fugido após amarrar-se ao fundo de um carro de entrega de alimentos, uma fuga sofisticada que efetuou enquanto trabalhava na cozinha da prisão de Wandsworth, no sudeste de Londres.

Segundo explicou a BBC, a forte rede de segurança implementada rapidamente pela polícia britânica restringiu muito os movimentos do jovem e, após alguns avistamentos de populares e três buscas na sexta-feira, Khalife foi finalmente detido no bairro de Chiswick, na capital britânica.

Em Nova Deli, onde se encontra para a cimeira do G20, o primeiro-ministro Rishi Sunak elogiou a polícia pelo seu “fantástico trabalho ao longo dos últimos dois dias, mas também ao público que se chegou à frente com um número enorme de relatos que ajudaram a polícia na sua investigação”. Sunak acrescentou que a fuga está a ser investigada pelas autoridades competentes.

Daniel Khalife estava na prisão a aguarda julgamento por crimes de terrorismo por infração da Lei dos Segredos Oficiais. Segundo acusam as autoridades do Reino Unido, o jovem teria deixado bombas falsas numa base aérea onde estava mobilizado e tentou pedir informações classificadas a outro membro das forças armadas, com o alegado objetivo de preparar um ato terrorista.

O jovem ex-militar é ainda acusado de trabalhar para um estado hostil ao Reino Unido. Khalife negou todas as acusações.

O julgamento está marcado para o dia 13 de novembro, embora se desconheça, para já, se a fuga e as acusações que daí surgirão irão alterar a data.

Leia Também: Estátua de Dani Alves é vandalizada na Bahia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *