quarta-feira, maio 22, 2024
Esportes

Jorge Martín vence etapa de San Marino da MotoGP e se aproxima de Bagnaia no Mundial de Pilotos

O espanhol Jorge Martín fechou o final de semana impecável na MotoGP ao ser o primeiro colocado da etapa San Marino neste domingo, um dia após conquistar a pole position com o tempo recorde do Circuito Marco Simoncelli, em Mizano, e vencer também a corrida sprint. Ele defendeu bem a liderança e cruzou a linha de chegada antes dos italianos Marco Bezzecchi, da VR46, e Francesco Bagnaia, da Ducati, donos da segunda e terceira posições, respectivamente.

O top 10 da corrida teve, também, Daniel Pedrosa, Maverick Viñales, Raul Fernández, Luca Marini e Johan Zarco. Com a vitória, Martín, da Pramac, traz mais emoção à disputa do Mundial de Pilotos da MotoGP. Segundo colocado da classificação, o espanhol chegou a Mizano a 50 pontos de distância do líder Bagnaia, mas o desfecho perfeito neste domingo diminuiu a diferença para 36 pontos – 247 a 218.

“Estamos trabalhando muito, muito duro para melhorar, tanto a minha pilotagem quanto o desempenho moto. Tentei pilotar todas as voltas e assim que vi uma brecha comecei a forçar com tudo o que tinha. Conseguir a vitória aqui na Itália, diante dos torcedores italianos, é um golpe sobre a mesa”, disse Martín, sobre superar os rivais que corriam em casa.

O vencedor largou muito bem no Marco Simoncelli e não deu muitas oportunidades para os adversários tentarem ultrapassagens. Já Bezzecchi, que largou em segundo, entregou a posição para o compatriota Bagnaia, terceiro no grid de largada. O italiano da VR46 ainda teve de lidar com a perseguição do sul-africano Brad Binder, da KTM, que saiu do sétimo para o quarto lugar, mas acabou caindo após sete voltas e voltou para a pista em último lugar. À sua frente, Bezzecchi olhava para Bagnaia fazendo uma prova na base da resistência.

O líder do campeonato teve a perna atropelada depois de um acidente na etapa da Catalunha, há uma semana e, por sorte, não sofreu uma fratura, mas teve constatado um politraumatismo. Isso não o impediu de correr em um esforço para não perder pontos, só que não houve energia para impedir Bezzecchi de retomar o segundo lugar. Ainda teve de segurar o ímpeto de Dani Pedrosa. Após a prova, Bagnaia parecia exausto, curvado sobre a moto e apoiando a cabeça no banco. “Queria fazer uma boa corrida para os fãs e para mim, mas estou destruído. De qualquer forma estou satisfeito, a situação não tem sido fácil”, disse.

Veja o resultado da etapa de San Marino de MotoGP

1º. Jorge Marti­n (ESP/Ducati-Pramac), em 41min33s421

2º. Marco Bezzecchi (ITA/Ducati-VR46), a 1s350

3º. Francesco Bagnaia (ITA/Ducati), a 3s812

4º. Daniel Pedrosa (ESP/KTM), a 4s481

5º. Maverick Viñales (ESP/Aprilia), a 10s510

6º. Miguel Oliveira (POR/Aprilia-RNF), a 12s274

7º. Marc Márquez (ESP/Honda), a 13s576

8º. Raul Fernández(ESP/Aprilia-RNF), a 14s091

9º. Luca Marini (ITA/Ducati-VR46), a 14s982

10º. Johann Zarco (FRA/Pramac-Ducati), a 15s484

11º. Alex Márquez(ESP/Ducati-Gresini), a 15s702

12º. Aleix Espargaró (ESP/Aprilia), a 15s878

13º. Fabio Quartararo(FRA/Yamaha), a 15s898

14º. Brad Binder (RSA/KTM), a 23s447

15º. Franco Morbidelli (ITA/Yamaha), a 24s579

16º. Augusto Fernández (ESP/GasGas-KTM), a 31s230

17º. Fabio Di Giannantonio (ITA/Gresini-Ducati), a 32s537

18º. Stefan Bradl (ALE/Honda), a 35s330

19º. Takaaki Nakagami (JAP/LCR-Honda), a 43s601

Não completaram – Pol Espargaró (ESP/GasGas-KTM), Michele Pirro (ITA/Ducati), Jack Miller (AUS/KTM) e Joan Mir (ESP/Honda).

Leia Também: United reage às acusações contra Antony e anuncia ‘afastamento’

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *