sexta-feira, março 1, 2024
Life Style

Cinco hábitos que ajudam a evitar o declínio cognitivo

A partir dos 60 anos, as falhas de memória tornam-se mais comuns. São resultado do envelhecimento cerebral. Todavia, existem algumas estratégias que conseguem evitar o declínio cognitivo.

A neurobiologista Nadja Schröder, especialista em ciências biológicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, sugere a implementação de cinco hábitos. Segundo a especialista, evitam o declínio cognitivo e garantem melhor qualidade de vida para pessoas idosas. 

1- Mantenha um estilo de vida saudável

“É importante praticar exercício físico, dormir bem e seguir uma dieta equilibrada”, lembra.

2- Socialize

Nadja Schröder explica que as relações sociais têm um impacto positivo na memória, pelo que deve participar em atividades de grupo, como trabalho voluntário, por exemplo.

3- Controle o stress e a ansiedade

Existem técnicas de relaxamento e terapias indicadas para ajudar a controlar sentimentos negativos.

4- Aposte em técnicas de memorização

Jogar, ler, aprender novas línguas e atividades recreativas devem ser incorporados na vida das pessoas mais velhas, pois ajudam a manter a memória em bom funcionamento;

5- Descubra novas tecnologias

Aplicativos e jogos projetados para melhorar a memória são indicados para exercitar o cérebro. “Procure usar a tecnologia a seu favor”, sugere Schröder.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *