script async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js?client=ca-pub-2913509317834347" crossorigin="anonymous"> Reitor de universidade ‘dedura’ acerto de Ancelotti com Brasil em homenagem
sexta-feira, junho 14, 2024
Esportes

Reitor de universidade ‘dedura’ acerto de Ancelotti com Brasil em homenagem

SANTO ANDRÉ, SP (UOL/FOLHAPRESS) – Paolo Andrei, reitor da Universidade de Parma, na Itália, ‘dedurou’ o acerto que o técnico Carlo Ancelotti, hoje no Real Madrid, tem com a CBF para assumir a seleção brasileira.

Nesta quarta-feira (11), Ancelotti foi homenageado em um evento e recebeu o título de Doutor Honoris Causa em Ciências e Técnicas de Atividades Motoras Preventivas e Adaptadas.

Durante o discurso sobre o técnico do Real Madrid, Paolo Andrei falou sobre a admiração da universidade pelo treinador e citou o próximo desafio da carreira do italiano.

“Em 2024, Carlo Ancelotti tem uma aventura extraordinária que seria apenas um sonho para muitos treinadores: treinar o Brasil. É o primeiro estrangeiro dos últimos 60 anos que dirigirá a seleção. O quarto em toda a história. A admiração que sentimos por ele é generalizada e vai além de qualquer lugar ou time. Será o último prêmio que Carlo entregará”. Paolo Andrei, reitor da Universidade de Parma, sobre Carlo Ancelotti

Ancelotti, por sua vez, se reservou a falar apenas da emoção por ter recebido o título de Doutor e sobre as “provas” que passa ao longo da vida como treinador.
“Recebi este diploma e alguém pode dizer que fiz poucas provas. Na verdade, fiz muito e ainda faço a cada três dias. São provas em que sou julgado, então tenho que estar preparado. Agora poderei dizer aos jogadores que deveriam me chamar de Doutor. Foi uma escola [o futebol]. Aprendi a competir e a melhorar meus limites. As derrotas fazem parte do esporte, assim como da vida”, disse Carlo Ancelotti.

ANCELOTTI NA SELEÇÃO BRASILEIRA

Carlo Ancelotti sempre foi o plano A da CBF após o término da Copa do Mundo de 2022 e a saída de Tite, que já havia anunciado que não renovaria o seu contrato.

As negociações com o treinador italiano levaram meses e foram finalizadas de maneira bem-sucedida ao fim em junho, ainda que não haja um pronunciamento oficial de ambas as partes.

Com o acerto verbal com Ancelotti, a CBF anunciou Fernando Diniz, que tem conciliado o trabalho no Fluminense com a seleção, para ser técnico até a Copa América de 2024.

Quando o contrato de Ancelotti chegar ao fim no Real Madrid, no dia 30 de junho de 2024, ele assumirá a seleção brasileira. Apesar do acordo, o treinador italiano evita falar sobre o assunto quando perguntado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *