terça-feira, maio 21, 2024
Famosos

Entenda controvérsia com Marina Sena e Luísa Sonza após tributo a Gal no The Town

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A cantora Marina Sena respondeu às críticas feitas nas redes sociais contra seu show no festival The Town neste domingo (10), onde homenageou Gal Costa cantando algumas de suas músicas. Foi uma resposta agressiva, com Sena dizendo para os fãs “que se mordam”.

A apresentação dividiu os usuários nas plataformas, com alguns reclamando do tom da voz empregado pela artista durante o tributo. Outra parte do público, por sua vez, criticou comparações feitas por terceiros entre as duas cantoras, que apontavam Marina Sena como a nova Gal Costa.

Em seu perfil no X, o antigo Twitter, Sena respondeu às duas afirmações. “Vocês juram que se eu fosse ruim eu seria uma menina de taiobeiras que está conquistando tanta coisa?”, escreveu a cantora. “Não tenho sobrenome, não tinha dinheiro, influência, não tinha absolutamente nada. Não havia nenhum motivo para eu estar aqui a não ser minha própria coragem, dedicação, autenticidade e talento. Vocês que se mordam!”

Ela ainda rejeitou a comparação com a artista sobre a qual montou sua apresentação no The Town. “Para o resto da minha vida, por onde eu for eu vou levar o nome de Gal, não quero ser a nova Gal, só quero que todos saibam de onde vem o pulso inicial desse movimento do corpo, da alma, do espírito, que Gal possibilitou eu e tantas pessoas de sentir.”

O show de Marina Sena foi a abertura da programação do último dia do The Town deste ano, no domingo. Sena prestou tributo a Gal Costa no show para marcar a ocasião de um ano da morte da cantora, que morreu em novembro por um infarto fulminante.

Na apresentação, ela cantou diversos sucessos de Costa, incluindo “Força Estranha”, “Flor de Maracujá” e “Baby”. Mas a performance de “Meu Nome É Gal” chamou a atenção de seguidores no X.

Em um trecho da transmissão oficial postado no X, Sena aparece cantando o principal agudo da canção. O momento foi classificado por alguns usuários como um em que a artista desafinou no palco do festival, e no entendimento deles foi um desserviço com a homenageada.

Com o volume dessas reclamações, quem também acabou se pronunciando sobre o caso foi a cantora Luísa Sonza. “Estamos criando uma nova geração de novos grandes nomes da música brasileira, mas o que vocês conseguem é só diminuir e se recusam a enxergar o que já está escancarado na cara de vocês”, escreveu a artista -que também se apresentou no evento- no X.

“Marina Sena é foda, Jão é foda, Pabllo Vittar é foda, Iza é foda, Ludmilla é foda, Anitta é foda, Gloria Groove é foda, eu sou foda. Isso independe da opinião de vocês”, finalizou em outra publicação. Mais cedo, ela já havia escrito que Sena era um dos maiores vocais da nova música brasileira, mas que o público da rede social estava “muito emburrecido” para a discussão.

Apesar das críticas, outros usuáris se manifestaram a favor de Marina Sena na plataforma, incluindo o rapper Emicida no dia da apresentação. “Que da hora”, disse o artista durante a apresentação e o tributo a Gal no evento.

Leia Também: Os rumores de traição do Príncipe William e o que o Rei Charles tem a ver com isso

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *