terça-feira, maio 21, 2024
Famosos

Mingau passa por traqueostomia; baixista segue em estado grave

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O músico Rinaldo Amaral, o Mingau do grupo Ultraje a Rigor, passou por uma traqueostomia na tarde de ontem e permanece em estado grave, de acordo com boletim divulgado na manhã desta segunda-feira (11) pela equipe médica do Hospital São Luiz do Itaim, da Rede D’Or.

“O paciente Rinaldo Amaral (Mingau), segue internado em Unidade de Terapia Intensiva. Na tarde desta segunda-feira (11/9) foi realizado procedimento de traqueostomia (abertura frontal da traqueia com inserção de cânula). O paciente segue sob ventilação mecânica. Desde o último sábado (9/9), a equipe do setor de terapia intensiva do São Luiz vem reduzindo gradativamente as drogas sedativas. O paciente segue recebendo suporte clínico e o quadro permanece grave, mas estável”, diz o texto.

Este é o terceiro procedimento cirúrgico do artista, que foi submetido a uma cirurgia na quarta-feira (6). “O procedimento de craniectomia descompressiva foi indicado pelo neurocirurgião Manoel Jacobsen Teixeira, responsável pelo caso, para auxiliar no controle da pressão intracraniana, e durou cerca de 2h30”, informou a unidade.

O músico foi baleado na cabeça em Paraty (RJ), no domingo (3), e recebeu os primeiros atendimentos no Hospital Hugo Miranda.

Horas depois, o artista foi transferido para a capital paulista e submetido à primeira cirurgia, um procedimento intracraniano de emergência.

INVESTIGAÇÃO

Além do primeiro suspeito preso, a Polícia Militar do Rio de Janeiro identificou mais três pessoas que podem estar envolvidas no ataque a tiros ao baixista.

O delegado responsável pelo caso, Marcello Russo, disse que os suspeitos podem ter fugido da cidade. “Estamos fazendo buscas e solicitando informações anônimas para tentar efetuar a prisão dos três foragidos. A polícia está trabalhando em busca de alguma pista que forneça a localização deles, já que suspeitamos que eles não estejam mais em Paraty”, contou ao Extra.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *