terça-feira, abril 23, 2024
Mundo

Psiquiatra infantil condenado a 40 anos de prisão por gravar menores

Um psiquiatra infantil da Carolina do Norte, nos EUA, foi condenado a 40 anos de prisão, na quarta-feira, por transformar fotografias de crianças em conteúdos pornográficos com recurso a inteligência artificial. David Tatum, de 41 anos, deve ainda ser supervisionado durante 30 anos devido ao fato de ter gravado secretamente vários adolescentes enquanto se despiam, incluindo alguns familiares e um paciente. 

O homem armazenou durante cinco anos vários conteúdos de pornografia infantil, segundo o New York Post. David Tatum chegou a filmar um primo com 15 anos e outros jovens, enquanto se despiam e tomavam banho numa casa de férias de família.

O psiquiatra gravou também uma antiga paciente, durante uma sessão de terapia. Na época, a jovem tinha completado 18 anos cinco dias antes da consulta, mas o médico anotou que a paciente tinha 17 anos. 

David Tatum chegou também a recorrer à inteligência artificial para alterar as imagens de menores vestidos, tornando-as em conteúdos sexualmente explícitos. O psiquiatra foi preso em 2021, tendo as autoridades encontrado mais de mil conteúdos de pornografia infantil. 

“É horrível acreditar que alguém grave secretamente crianças despindo-se e tomando banho para a sua própria satisfação sexual. E quando as evidências provam que essa pessoa é um médico encarregado de ajudar crianças em situações difíceis de saúde mental, isso torna-se ainda mais inconcebível”, disse Robert DeWitt, agente especial encarregado do FBI na Carolina do Norte, em comunicado .

A sentença foi conhecida seis meses depois de David Tatum ter sido acusado de produção de conteúdos de pornografia infantil, transporte e posse de pornografia infantil. 

Leia Também: Leão foge de circo e lança o pânico nas ruas de Itália

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *