terça-feira, maio 21, 2024
Mais Polícia

Traficantes que utilizam aviões para transporte de drogas são alvo de operação da P

Na manhã desta quarta (13), a Polícia Federal deflagrou a Operação Aerium, com objetivo de desarticular uma organização criminosa voltada para o tráfico de drogas pelo modal aéreo.

A ação foi realizada em Cacoal, com o cumprimento de 6 mandados de busca e apreensão e 3 mandados de prisão preventiva, expedidos pela 5ª Vara Criminal de Alta Floresta, no estado do Mato Grosso.

Durante as investigações foi possível realizar três grandes apreensões, somando 1.250 kg de cocaína.  Os líderes do esquema criminoso e donos dos aviões foram identificados, bem como outros envolvidos.

O nome da operação faz referência ao transporte da droga pelo modal aéreo, com a utilização de pistas de pouso clandestinas, que era o principal meio de transporte utilizado pelo grupo criminoso.

Início das investigações

As investigações iniciaram após a primeira apreensão que aconteceu em março de 2023, no município de Alta Floresta, no Mato Grosso, quando um caça A-29 Super Tucano e uma aeronave radar E-99, foram empregados para monitorar um avião de pequeno porte que entrou no espaço aéreo brasileiro, sem autorização e sem plano de voo, sendo detectado pelos radares da Força Aérea Brasileira.

No avião foram encontrados em torno de 485 kg de cocaína. O piloto já não estava no local no momento da chegada dos policiais.

A segunda apreensão foi realizada em abril de 2023. Cerca de 383 kg de cocaína foram encontrados nas imediações de uma pista de pouso, situada no município de Pimenteiras do Oeste, interior de Rondônia.

A terceira apreensão aconteceu em maio de 2023, entre as cidades de Cacoal e Rolim de Moura, nas proximidades da balsa Bravasco, utilizada para fazer a travessia no rio Machado. Um homem foi preso com uma carga de 390 kg em uma caminhonete.  Dentro do veículo os policiais também encontraram um rádio transmissor.

Todas as diligências contaram com o apoio do Gefron de Mato Grosso e da Polícia Militar de Rondônia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *