sexta-feira, maio 24, 2024
Meio Ambiente

Alertas de desmatamento na Amazônia caem quase 70%

Os alertas de desmatamento na Amazônia registraram queda de 66% em agosto na comparação com o mesmo período do ano passado. Além disso, a região registrou, no último mês, redução de 47,5% no índice de focos de calor.

Os números foram apresentados pela ministra do Meio Ambiente, Marina Silva, na cerimônia de comemoração do Dia da Amazônia, realizada nesta terça-feira no Palácio do Planalto.

Em defesa da floresta e dos povos tradicionais da Amazônia, a ministra do Meio Ambiente criticou aqueles que veem a região como um depositário de recursos a serem explorados, e falou da importância de alcançar a meta de zerar o desmatamento até 2030.

A ministra Marina Silva também comemorou a retomada do Fundo Amazônia, recebeu o compromisso de novos recursos, acumulando R$ 6 bilhões, bem como a ampliação do Bolsa Verde e retomada do fundo nacional de meio ambiente.

O papel dos indígenas na preservação da Amazônia foi destaque na fala da ministra dos Povos Indígenas, Sônia Guajajara, que apresentou um balanço dos povos originários na região.

Já o presidente Lula defendeu que a Amazônia “tem pressa para se manter viva”, para “continuar a ser guardiã da biodiversidade” e lembrou da violência presente na região e do trabalho dos ativistas ambientais.

Durante a cerimônia, o presidente Lula anunciou ações para prevenção e controle do desmatamento e da degradação florestal na Amazônia; assinou a instituição da Floresta Nacional do Parima; a ampliação do Parque Nacional de Viruá; além da reestruturação da Câmara Técnica de destinação e regulação fundiária terras públicas federais rurais, da homologação de duas terras indígenas e de seis unidades de conservação em Roraima.

© Marcelo Camargo/Agência Brasil

 

Meio Ambiente Os dados foram apresentados em comemoração ao Dia da Amazônia Brasília 05/09/2023 – 21:03 Roberto Piza / Beatriz Albuquerque Daniella Longuinho – repórter da Rádio Nacional Dia da Amazônia terça-feira, 5 Setembro, 2023 – 21:03 4:14

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *