segunda-feira, maio 27, 2024
Esportes

Após rusgas no PSG, Mbappé e Neymar deixam de se seguir no Instagram

A amizade entre Neymar e Kylian Mbappé parece ter acabado. Os jogadores deixaram de se seguir no Instagram, confirmando os rumores de que nunca se deram bem durante o período em que jogaram juntos no Paris Saint-Germain. O jogador francês é a estrela solitária do time parisiense, que viu Lionel Messi ir para o Inter Miami, dos Estados Unidos, e Neymar aceitar oferta do Al-Hilal, da Arábia Saudita.

A imprensa francesa começou a noticiar ruídos na relação entre os craques durante a “novela” pela renovação de contrato de Mbappé com o PSG, em 2022. Uma das exigências do astro da seleção francesa seria que Neymar fosse negociado. Mbappé não viu futuro no PSG com ele. Na mesma época, o brasileiro ativou uma cláusula contratual que estendeu seu vínculo com o time parisiense até 2027, irritando a diretoria, que já buscava se livrar do atleta.

O PSG travou com o Real Madrid uma longa batalha pelo atacante campeão mundial em 2018. Para seduzi-lo, a diretoria deu carta branca ao craque para que ele indicasse todas as suas preferências, inclusive podendo apontar companheiros de elenco que gostaria de ver fora de Paris. Mbappé teria criticado Neymar de não ser profissional e, por isso, não deveria continuar no clube. O francês renovou até 2024, mas teve de continuar como colega do brasileiro por mais uma temporada. A amizade estremeceu.

Neymar foi oferecido a alguns clubes da Europa, mas nenhum se interessou por abrir negociação, inviabilizada principalmente pelo salário anual, de cerca de R$ 155 milhões livres de impostos. O jogador da seleção brasileira desejava continuar na Europa, mas a saída foi o futebol da Arábia Saudita, nova mina de ouro da modalidade. O Al-Hilal pagou cerca de 90 milhões de euros (R$ 485 milhões) ao PSG para contar com o atacante em seu elenco pelas próximas duas temporadas. No Oriente Médio, o brasileiro vai receber 80 milhões de euros por ano (R$ 430 milhões) – o que significa mais de R$ 1 milhão por dia e R$ 48 mil a cada hora.

Depois de perder Messi e Neymar, o PSG também corre o risco de perder Mbappé em 2024. O atacante francês tem vínculo somente até julho e já pode assinar um pré-contrato em janeiro, saindo de graça do time parisiense. O jogador, que é cobiçado pelo Real Madrid, já avisou a diretoria que não pretende continuar no clube e existe uma expectativa de negociação com os espanhóis para uma saída imediata na virada do ano. Ele chegou a ser afastado pela negativa em estender o acordo, mas foi reintegrado ao fim da janela de transferências.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *