sexta-feira, maio 24, 2024
M de Mulher

De quanto em quanto tempo pode-se lavar o sutiã? Veja as dicas!

Hoje em dia, existem lingeries de todos os tipos, com diferentes materiais e funções. Diante de tanta variedade, fica a dúvida sobre como lavar a peça corretamente. Afinal, o sutiã precisa ser higienizado todos os dias? Pode ser colocado na máquina? Quais são os produtos mais indicados?

 

Muitas questões, uma resposta: depende! Quem explica os detalhes deste assunto e compartilha dicas preciosas são a dermatologista Maria Eduarda Pires, a ginecologista Taís Calomeny e a fundadora de uma marca de moda íntima, Raquel Peréa.

 

Primeiramente, a empresária pontua sobre a importância de comprar modelos com tecidos que sejam respiráveis, como malhas de algodão ou poliamida, ideais para o conforto e por evitarem a proliferação de microrganismos: “Em peças de outros materiais, é importante que o forro em contato direto com as partes íntimas seja também de matéria-prima respirável.”

Afinal, com qual frequência lavar o sutiã?

As especialistas defendem que não há uma frequência padrão e que esse tempo varia de acordo com o uso de cada pessoa, clima da região, se é usada vários dias seguidos ou na prática de exercícios, por exemplo. Ainda assim, a recomendação de Raquel é de que a higienização seja feita “a cada 3 ou 4 dias, em caso de uso contínuo”.

 

“É importante lembrar que a gente transpira e, se o sutiã tiver arame, um determinado material ou tipo de fibra, ao longo do dia pode levar a uma escoriação na pele. Isso pode ser uma porta de entrada para algum fungo ou bactéria, caso esse sutiã esteja sujo”, destaca a ginecologista.

 

Isso não significa, segundo ela, que a pessoa vá contrair uma doença grave devido à sujeira. Mas uma higienização mais espaçada poderia “ocasionar uma alteração de pele ou infecção secundária, principalmente se a pessoa tiver uma lesão no local [em que o sutiã fica posicionado].”

A empresária ainda aponta outro fator que vai pesar nessa periodicidade: “Sutiãs com materiais sintéticos devem ser lavados em intervalos menores”, já que dificultam a transpiração e aumentam o odor do suor.

 

Como lavar os diferentes tipos de sutiã

 

Especialistas dão dicas de como lavar o sutiã para prolongar a durabilidade da peça — Foto: Arquivo pessoal

Especialistas dão dicas de como lavar o sutiã para prolongar a durabilidade da peça — Foto: Arquivo pessoal

No mundo ideal, Raquel comenta que o correto seria lavar à mão os sutiãs de materiais mais delicados. Mas, com a correria do dia a dia e máquinas de lavar cada vez mais tecnológicas, é quase automático jogar tudo no eletrodoméstico, né?

 

Nesse caso, a sugestão da especialista é colocar as peças em saquinhos próprios para lavar as roupas e selecionando o ciclo específico para peças delicadas:

 

“Isso reduz os danos, evita o atrito e prolonga a durabilidade da peça. Mas evite ao máximo usar o modo de centrifugação da máquina, pois isso faz com que aros e barbatanas [do sutiã] saiam do tecido. Isso pode acontecer também na secadora, com o agravante de que os aros de metal podem danificar o próprio aparelho.”

 

Para lingeries especiais feitas com renda, couro, cristais, pingentes e outros tecidos sintéticos, a orientação é jamais esfregar: deixe de molho por algumas horas e coloque para secar. “É bastante importante olhar a etiqueta do produto com as instruções de lavagem, pois cada material tem sua especificidade”, alerta Raquel.

 

E, falando na secagem, nada de deixar exposto ao sol! Anote as dicas da empresária:

  • Deixe a peça secando à sombra para evitar o desbotamento
  • Evite deixar em ambientes úmidos por muito tempo, como o banheiro: “Isso pode intensificar a proliferação de microrganismos prejudiciais à saúde”.
  • De preferência, coloque a peça para secar na horizontal: “Alguns materiais podem perder o formato com a gravidade”.

Produtos corretos para higienização da lingerie

 

Uma das dicas ao lavar o sutiã é evitar o uso de amaciante, que pode causar alergias na região íntima — Foto: Pexels

Uma das dicas ao lavar o sutiã é evitar o uso de amaciante, que pode causar alergias na região íntima — Foto: Pexels

Acredite se quiser, mas um erro comum cometido por muita gente é usar amaciante para lavar peças íntimas. Raquel explica que o produto “pode causar alergia em contato com as partes íntimas”.

 

A dermatologista Maria Eduarda detalha que o ideal é sempre recorrer aos produtos neutros, como sabão de coco: “Deve-se evitar produtos que tenham corantes, fragrâncias ou substâncias tóxicas, como conservantes e parabenos, que podem causar algum tipo de dermatite de contato no local.”

Tão importante quanto os itens usados na lavagem é o enxágue da peça: “Essa é da dica principal! Quanto mais se enxágua, mais se tira o acúmulo do produto e diminui a chance de causar qualquer irritação na pele.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *