terça-feira, fevereiro 27, 2024
Mundo

Israel diz ter matado dois líderes do Hamas responsáveis por ataques

(UOL/FOLHAPRESS) – Israel informou neste sábado (14) ter matado dois líderes do grupo extremista Hamas responsáveis pelos ataques terroristas no país com assassinatos de civis que deram origem à guerra na semana passada. O conflito entra neste sábado em seu oitavo dia.

O QUE ACONTECEU

Ali Qadi, comandante de uma unidade de elite do Hamas, foi morto em um ataque aéreo, segundo comunicado das Forças de Defesa de Israel deste sábado. Preso em 2005 sob a acusação de matar e sequestrar civis israelenses, Qadi estava entre os mais de mil palestinos libertados por Israel em 2011 em troca de um soldado que havia sido capturado pelo Hamas em 2006.

Ali Qadi liderou o desumano e bárbaro massacre de 7 de outubro de civis em Israel. Nós acabamos de eliminá-lo. Todos os terroristas do Hamas vão encontrar o mesmo destino.Forças de Defesa de Israel, em conta no X (antigo Twitter)

As Forças de Defesa de Israel informaram também ter matado dezenas de integrantes do grupo liderado por Qadi e outro líder do Hamas em um ataque aéreo noturno na Faixa de Gaza na madrugada de hoje. A ofensiva, que tinha como alvo um quartel-general do grupo extremista, matou Murad Abu Murad.

Apontado como chefe da formação aérea do Hamas, Murad “teve um papel importante nos ataques terroristas”, segundo Israel. As forças israelenses informaram ter atingido dezenas de locais pertencentes às lideranças do Hamas em Gaza.

MORTOS NA GUERRA ENTRE ISRAEL E HAMAS

O conflito entre Israel e Hamas já deixou pelo menos 3.500 mortos, segundo as informações oficiais divulgadas por autoridades dos dois lados.

O número de mortos em Gaza não para de subir com os bombardeios israelenses. O Ministério da Saúde da Palestina fala em 2.215 mortos até amanhã deste sábado.
Israel contabiliza 1.300 mortos nos ataques do Hamas da semana passada.

Além desses mortos, Israel afirmou ter encontrado 1.500 corpos de membros do Hamas em seu território na última terça-feira (10).

Leia Também: Ataque a ‘rota segura’ em Gaza deixa 70 mortos; há crianças entre vítimas

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *