segunda-feira, maio 27, 2024
Política

Em Brasília Eduardo Veloso teve papel essencial na liberação de recursos para construção de casas populares no Acre

A articulação do deputado Eduardo Veloso(UB) junto ao Ministério das Cidades foi fundamental à liberação, pela pasta, de recursos para a construção de um total de 1384 casas populares no Acre(383 para o Governo do Estado e 1001 para Prefeitura de Rio Branco).A liberação dos recursos se deu, muito, pelo prestígio que Veloso conta junto ao ministro Jàder Filho, titular do ministério, fato reconhecido por muitos envolvidos na própria liberação.
O governador Gladson Cameli já acordou com o ministro das Cidades , detalhes para a liberação de R$ 42,7 mi da Caixa Econômica Federal(CEF) para a construção de 383 casas populares na Cidade do Povo , em um contrato que tem a contrapartida de R$ 5,7 milhões do governo estadual. O edital de licitação já será lançado brevemente. Veloso lembrou que a construção dos imóveis vem trazer conforto e segurança para a população beneficiada além de movimentar a economia do Estado, “gerando emprego e renda local”
De acordo com o deputado Eduardo veloso, a prefeitura da capital, por seu lado, será contemplada pelo Ministério das Cidades com R$ 30 mi para garantir a infraestrutura do Projeto 1001 Dignidades: Unidadess: Habitacionais Sustentáveis. O projeto prevê a construção de casas pré-fabricadas a partir de resíduos florestais, em seis bairros da capital. ”É extremamente gratificante poder contribuir com um projeto de caráter eminentemente social que vai levar bem estar á população”, acrescentou o deputado acreano.
Compromisso parlamentar
Eduardo Veloso destacou que o lado social é uma das bandeiras de seu mandato, E falando em casas populares, ressaltou a importância da habitação de interesse social para a garantia de direitos essenciais. Para 95% das pessoas, lembrou, a casa representa o seu local favorito e é onde 76% passam a maior parte do tempo. O acesso à habitação, assegurou o deputado, simboliza um dos pilares essenciais da política com compromisso social. ”A casa própria vem complementar a dignidade do cidadão ao lado da saúde e educação,fundamentos que complementam a cidadania”, concluiu o representante acreano..

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *