quarta-feira, maio 22, 2024
Esportes

Botafogo enfrenta Atlético-MG para evitar aproximação do Palmeiras na liderança

Líder isolado do Campeonato Brasileiro, o Botafogo busca a reabilitação, após ser derrotado no clássico com o Flamengo por 2 a 1, diante do Atlético-MG, em duelo marcado para este sábado, às 21h, na Arena MRV, pela 23ª rodada. Diferente do rival, o time mineiro ainda tenta se firmar sob o comando de Luiz Felipe Scolari.

O Botafogo vai nadando de braços largos rumo ao título e pode ficar ainda mais próximo em caso de vitória. O time alvinegro soma 51 pontos, com uma grande vantagem em comparação ao Palmeiras, que aparece em segundo.

O Atlético-MG, por sua vez, vem de um empate com o Athletico-PR por 1 a 1, fora de casa. O time mineiro tem 31 pontos e ainda sonha entrar na zona de classificação para a próxima edição da Copa Libertadores.

Luiz Felipe Scolari não terá seu principal jogador no confronto contra o líder do Brasileirão. Hulk recebeu um cartão amarelo infantil ao ser substituído na rodada passada e terá que cumprir suspensão automática. Com isso, Vargas e Alan Kardec disputam esta vaga.

Além de Hulk, o Atlético-MG não terá outro de seus pilares. O zagueiro Jemerson também está suspenso e dará lugar a Maurício Lemos, que formará a dupla defensiva com Bruno Fuchs. Por outro lado, Felipão terá à disposição Hyoran e Zaracho, liberados pelo departamento médico.

“A expectativa é muito grande de atuar pela primeira vez na nossa nova casa. O estádio ficou espetacular e o Galo merecia ter o seu próprio estádio. Tenho certeza que vamos fazer dele um caldeirão e cada partida na Arena MRV será uma verdadeira festa nas arquibancadas. A torcida do Galo tem uma energia única”, disse Hyoran.

Do outro lado, Bruno Lage aproveitou a Data Fifa para fazer novos testes no Botafogo. O treinador indicou que Di Plácido voltará a ser titular na lateral-direita. No ataque, a principal dúvida está entre Júnior Santos e Segovinha.

O treinador não poderá contar com Gabriel Pires, expulso diante do Flamengo. Tchê Tchê vem ganhando a confiança de Lage e será escalado entre os titulares. “Eu quero a pressão em cima de mim, eu quero a responsabilidade em cima de mim, eu só quero que a torcida continue a apoiar os jogadores. Fez de uma forma fantástica depois da eliminação da Sul-Americana, mas eu senti alguns sinais de que as coisas tomam um pouco de ansiedade extra quando se tenta mudar qualquer coisa”, disse o treinador.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *