quinta-feira, abril 25, 2024
Esportes

Felipão pede desculpa por início ruim e coloca Libertadores como meta do Atlético-MG

A vitória sobre o líder Botafogo por 1 a 0, no último sábado, na Arena MRV, deu um respaldo ao trabalho de Luiz Felipe Scolari no Atlético-MG. O treinador aproveitou o bom momento para se desculpar pelo início ruim de trabalho, no qual resultado na eliminação na Copa Libertadores, e colocou a competição continental como meta nesta reta final de temporada.

“O nosso ideal é chegar entre os classificados da Libertadores, é o projeto do momento. A gente está caminhando para isso. Infelizmente, (peço) desculpas à torcida do Atlético, naqueles nove jogos não conseguimos dar uma condição melhor para o Atlético. Agora temos que correr atrás. Levou tempo, leva mais do que o normal. Se a gente tivesse feito pré-temporada, quem sabe seria um pouco diferente. Leva um pouco mais. Nesse levar um pouco mais, no Brasileiro, nove rodadas pontuar três, quatro, cinco pontos é horrível. Felizmente a direção entendeu que o trabalho estava sendo feito de forma razoável para boa e nós estamos conseguindo dar um reequilíbrio na forma que o Atlético joga atualmente”, disse Felipão.

Felipão teve uma sequência ruim de nove jogos (cinco derrotas e quatro empates) antes de desencantar no comando do Atlético-MG no confronto frente ao São Paulo, por 2 a 0, no Morumbi. Apesar de viver seu grande momento na temporada, o clube mineiro ainda é o nono colocado do Brasileirão, com 34 pontos. Em sexto, o Fluminense tem 38.

“A gente está ganhando ou fazendo um bom trabalho nos últimos cinco ou seis jogos, mas avançamos um pontinho, dois pontinhos, é difícil. É o mesmo trabalho de quem está lá embaixo, ganha, mas quem está na frente ganha também. É um inferno”, afirmou.

O Atlético-MG volta a campo apenas no próximo sábado, às 21h, quando enfrentará o Cuiabá, na Arena MRV, pela 24ª rodada do Brasileirão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *