sexta-feira, dezembro 1, 2023
Mundo

Mulher morre na Espanha com sintomas associados ao vírus do Nilo

Morreu uma mulher, de 73 anos, que estava internada em Cáceres, Extremadura, Espanha, com sintomas compatíveis com o vírus da febre do Nilo Ocidental.

Segundo a EFE, a informação foi confirmada pelo Serviço de Saúde da Extremadura esta terça-feira (17). É a segunda pessoa a morrer na região nestas circunstâncias.

A mulher encontrava-se internada Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) do Hospital San Pedro de Alcántara.

O SES informou ainda que um homem, de 71 anos, continua internado no mesmo hospital, tratando-se também de um provável caso de infecção pelo mesmo vírus.

Há ainda uma mulher, cuja infecção pelo vírus foi confirmada, internada na UCI do Hospital Universitário de Badajoz.

Vale destacar que a circulação do vírus tem sido detectada em alguns municípios espanhóis, tendo levado a Direção-Geral da Saúde Pública espanhola a pedir a adoção de medidas de saúde pública.

O vírus da febre do Nilo é introduzido na Europa através de aves migratórias que viajam da África subsaariana, norte de África ou Médio Oriente, explicando que a transmissão do vírus ocorre quando os mosquitos estão mais ativos, em especial entre julho e setembro, momento em que ocorre a maioria das infecções em equídeos e humanos.

Na Europa, as espécies nativas de mosquitos Culex pipiens e Culex modestus são os principais vetores do vírus.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *