sexta-feira, maio 24, 2024
M de Mulher

Pele oleosa, mista e seca: qual a forma correta de hidratar cada uma no tempo seco

A cada estação, nossos cuidados com a pele precisam ser revisitados e atualizados conforme o clima. Atualmente, estamos passando pelo inverno, enfrentando temperaturas cada vez mais frias, tempo seco e a baixa umidade do ar.

Portanto, é hora de atualizar o skincare para evitar ressecamento e irritação!

“Para a maioria das pessoas, esse ressecamento pode ser tratado apenas com ajuste no regime de hidratação diário”, afirma a dermatologista Juliana Piquet, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Ainda assim, cada pele tem seu cuidado especial e é sobre eles que nós vamos falar agora.

 

É hora de atualizar o skincare para evitar ressecamento e irritação no inverno — Foto: Pexels

É hora de atualizar o skincare para evitar ressecamento e irritação no inverno — Foto: Pexels

Qual é a diferença entre pele oleosa, mista e seca?

A dermatologista Stephane Castro classifica:

  • Pele oleosa: a pele oleosa é caracterizada por uma maior produção de sebo, resultando em uma aparência brilhante e uma sensação de oleosidade na superfície da pele. Esse tipo de pele geralmente possui poros dilatados e é mais propenso a acne e cravos. A produção excessiva de sebo ocorre devido a fatores genéticos, hormonais e ambientais, como desequilíbrios hormonais, estresse e clima quente. A pele oleosa tende a reter a umidade com mais facilidade, o que pode ser uma vantagem em climas mais secos.
  • Pele mista: a pele mista é uma combinação de características da pele oleosa e seca. Geralmente, a zona T do rosto (testa, nariz e queixo) é mais oleosa, com poros dilatados e propensa a acne, enquanto as bochechas e outras áreas do rosto são mais secas. A pele mista pode ser influenciada por fatores genéticos, hormonais e ambientais, assim como a pele oleosa. O equilíbrio de hidratação e controle da oleosidade são os principais desafios para esse tipo de pele.
  • Pele seca: a pele seca é caracterizada por uma produção insuficiente de sebo, resultando em uma falta de hidratação natural e uma sensação de ressecamento e desconforto. Esse tipo de pele tem poros menos visíveis e pode apresentar uma aparência opaca, além de ser propenso a descamação, coceira e irritação. A pele seca é influenciada por fatores genéticos e ambientais, como clima seco, baixa umidade e exposição excessiva a agentes irritantes, como produtos de limpeza agressivos.

E no inverno, como cada pele se comporta?

  • Pessoas com pele oleosa podem enfrentar problemas como o aumento da produção de sebo, obstrução dos poros e surgimento de acne, mesmo durante o inverno.
  • Indivíduos com pele mista podem experimentar ressecamento nas áreas não oleosas e um aumento na produção de sebo nas áreas oleosas, levando a uma aparência desequilibrada e possíveis surtos de acne.
  • Já a pele seca pode ficar ainda mais ressecada no inverno, resultando em irritação, descamação, coceira e sensibilidade.

 

É importante lembrar que a classificação da pele oleosa, mista ou seca é uma simplificação, e muitas pessoas podem ter características que não se encaixam em uma única categoria — Foto: Pexels

É importante lembrar que a classificação da pele oleosa, mista ou seca é uma simplificação, e muitas pessoas podem ter características que não se encaixam em uma única categoria — Foto: Pexels

É importante lembrar que a classificação da pele oleosa, mista ou seca é uma simplificação, e muitas pessoas podem ter características que não se encaixam em uma única categoria.

“Além disso, a condição da pele pode variar ao longo do tempo devido a fatores como idade, hormônios e cuidados com a pele. Uma abordagem personalizada e adaptável aos cuidados da pele é essencial para manter uma pele saudável e equilibrada”, explica Stephane.

 

Quais os produtos e ativos indicados para cada tipo de pele durante o inverno?

Juliana explica que, em termos gerais, pessoas com peles oleosas devem optar por hidratantes com textura em sérum ou gel: “Muitas vezes, o uso de outros produtos não exclusivamente hidratantes pode ser suficiente nesses casos e evitar acne e suas consequências como manchas e cicatrizes”.

 

Stephane também indica séruns contendo ingredientes como ácido salicílico ou niacinamida para pele oleosa. Já a pele mista pode se beneficiar de produtos que contenham ingredientes hidratantes, como ácido hialurônico, combinados com ingredientes como ácido salicílico ou retinol para controlar a oleosidade.

 

“Na pele seca, cremes ou loções mais ricos em ingredientes hidratantes, como ceramidas, ácido hialurônico e glicerina, podem ajudar a nutrir e hidratar profundamente a pele”, esclarece.

 

Algumas pessoas acreditam que pele oleosa não precisa de hidratação. Isso é verdade?

“Não”, define Elisete Crocco, coordenadora do departamento de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia. “Pacientes com pele oleosa precisam de hidratação da pele, sim.”

 

“Eu gosto de lembrar que o oposto de pele seca não é pele oleosa. O oposto de pele seca é um pele muito bem hidratada, então a gente precisa que pele oleosa tenha a sua hidratação e isso, inclusive, melhora a adesão de tratamento a quadros de acne.”

 

Lembre-se: o oposto de pele seca não é pele oleosa. O oposto de pele seca é um pele muito bem hidratada — Foto: Pexels

Lembre-se: o oposto de pele seca não é pele oleosa. O oposto de pele seca é um pele muito bem hidratada — Foto: Pexels

Quais são os sinais de que a pele está precisando de hidratação?

Alguns sinais de que a pele precisa de hidratação incluem:

 

  • a sensação de repuxamento;
  • descamação;
  • vermelhidão;
  • coceira;
  • aparência opaca.

 

“Rugas e linhas finas também podem ficar mais visíveis em uma pele desidratada. É importante notar esses sinais precocemente e iniciar um regime de hidratação adequado”, acrescenta Stephane.

Para a médica Clara Santos, a hidratação ajuda a manter a pele mais saudável, previne irritações e melhora a textura: “A pele deve ser hidratada o ano todo. Todos os tipos de pele devem ter o mesmo cuidado quanto a manter boa ingestão de água e evitar banhos muito quentes.”

 

“O frio e ar seco predispõem ao ressecamento cutâneo, uso de hidratantes e cosméticos principalmente nesse período do ano são essenciais para manter a pele jovem e saudável”, explica Diovane Ruaro, Presidente do Colégio Brasileiro de Cirurgia Plástica do Rio de Janeiro.

 

A hidratação ajuda a manter a pele mais saudável, previne irritações e melhora a textura. A pele deve ser hidratada o ano todo.  — Foto: Pexels

A hidratação ajuda a manter a pele mais saudável, previne irritações e melhora a textura. A pele deve ser hidratada o ano todo. — Foto: Pexels

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *