domingo, março 3, 2024
Esportes

Responsável por facada no zagueiro Pablo Marí é condenado a 19 anos e 4 meses de prisão

Um ano após ser vítima de uma facada, o zagueiro Pablo Marí, ex-Flamengo e que defende o Monza, da Itália, viu o responsável pelo atentado, Andrea Tombolini, ser condenado a 19 anos e quatro meses de prisão. O homem de 46 anos ainda terá de indenizar o jogador e as demais vítimas.

O defensor espanhol não foi a única vítima do caso, ocorrido em um mercado de Milão, em outubro de 2022. Além do defensor do clube italiano, outras cinco pessoas foram atingidas e Luiz Fernando Ruggieri, de 48=7 anos, acabou morrendo.

A Justiça Italiana chegou à conclusão que o criminoso sofre de distúrbios mentais, mas concluiu que ele entendia perfeitamente o que fazia, de acordo com o jornal Italiano Corriere Della Sera. Além da condenação à prisão, ainda foi determinado uma indenização de 30 mil euros (aproximadamente R$ 154 mil reais) à família de Ruggieri, que acabou não resistindo à agressão.

Andrea Tombolini afirmou, em depoimento à juíza Silvia Perrucci, afirmou que “sentiu inveja por ver aquelas pessoas todas felizes e bem”, e optou por agredi-las com facadas. O criminoso chegou a pedir desculpas, mas não escapou da exemplar punição.

Os sobreviventes ao ataque também terão de ser indenizados por Tombolini. A Justiça italiana determinou que ele desembolse cerca de R$ 77 mil a ser dividido pelas outras pessoas feridas no ataque.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *