domingo, março 3, 2024
Geral

Acre atinge o terceiro maior valor médio do Bolsa Família no país com R$ 744,65

O Acre tem, em setembro, o terceiro maior valor médio de benefício do Bolsa Família entre todas as 27 Unidades da Federação: R$ 744,65, atrás apenas de Roraima (R$ 756) e do Amazonas (R$ 745,48).

 

Ao todo, 132.149 famílias acreanas, dos 22 municípios do estado, serão assistidas pelo programa neste mês, por meio da transferência de mais de R$ 97,3 milhões do Governo Federal.

 

O calendário de pagamentos tem início nesta segunda-feira, 18 de setembro, e segue até o dia 29, de acordo com o final do Número de Identificação Social (NIS) de cada beneficiário.

 

Do total repassado, R$ 10,8 milhões são destinados ao pagamento do Benefício Primeira Infância, que chega a 75.358 crianças de 0 a 6 anos (7 anos incompletos) na composição familiar com um valor de R$ 150 extra.

 

Já o Benefício Variável Familiar, adicional de R$ 50 para crianças e adolescentes de 7 anos a 18 anos incompletos e gestantes, atende 6.843 gestantes e 124.339 crianças e adolescentes, num aporte de R$ 6,11 milhões.

 

A capital Rio Branco tem o maior número de beneficiários em setembro: 44.812. Completam a lista dos cinco municípios com mais famílias atendidas as cidades de Cruzeiro do Sul (14.251), Tarauacá (9.301), Sena Madureira (9.053) e Feijó (5.750).

 

O município com maior valor médio de repasse no Acre no mês de setembro é Jordão. Lá, as 1.783 famílias atendidas recebem uma média de R$ 907,50, a terceira maior registrada em todo o país. Santa Rosa do Purus (R$ 887) e Porto Walter (R$ 852) completam a lista dos três municípios de maior valor médio no Acre neste mês.

 

Com informações da Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *