quarta-feira, maio 22, 2024
Mundo

Chefe de cartel é sepultado com armas para se defender "após a morte"

Um líder de um cartel equatoriano, conhecido como ‘El Fatal’, foi enterrado com dezenas de armas, incluindo pistolas, espingardas e rifles, dentro de seu caixão, em um gesto simbólico destinado a garantir sua proteção na vida após a morte.

Julian Sevillano, de 39 anos, líder renomado dos ‘Los Fatales’, estava lavando o carro com sua filha de 20 anos em Moroche na última quarta-feira quando foram vítimas de uma emboscada e mortos por homens armados.

Os familiares de Sevillano decidiram realizar o funeral no dia seguinte e registraram o momento em que parentes e amigos colocam suas armas no caixão, acreditando que Julian estaria “bem armado na vida após a morte para se defender”, de acordo com o NY Post.

As autoridades locais suspeitam que Sevillano pode ter sido vítima de um ajuste de contas devido a crimes que teria cometido anteriormente.

Leia Também: Menina ucraniana chora ao ver creche destruída por míssil russo

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *