terça-feira, maio 21, 2024
Mais Polícia

Dupla acusada de matar adolescente de 14 anos em casa no AC é condenada a mais de 58 anos

Os dois homens acusados pela morte do jovem José Guilherme Santos de Almeida, de 14 anos, em setembro de 2020 em Rio Branco, foram condenados a penas que, somadas, ultrapassam os 58 anos. O julgamento ocorreu nessa terça-feira (19) na 1ª Vara do Tribunal do Júri da capital.

A vítima foi assassinada a tiros em uma casa abandonada na Rua Chico Mendes, no bairro Novo Calafate, em Rio Branco. O carro usado pelos criminosos na ação tinha sido roubado e foi achado em seguida abandonado em um ramal.

Entre os réus estão Marduqueu Gomes Fernandes Júnior, que foi condenado a 27 anos e 3 meses, e Railson Granjeiro do Nascimento, condenado a 31 anos e 6 meses. Os dois devem cumprir a sentença em regime inicial fechado. O g1 não conseguiu contato com as defesas deles até última atualização desta reportagem.

Eles foram condenados por homicídio, tentativa de homicídio, roubo e por integrarem organização criminosa.

Conforme a denúncia do Ministério Público do Acre (MP-AC), a vítima estava na companhia de outro adolescente quando foram abordados por quatro indivíduos que insistiram para que eles entrassem para uma facção rival. Com a recusa, eles começaram a atirar contra os menores, porém, o primeiro tiro falhou e um deles conseguiu escapar com vida, já Almeida não resistiu aos ferimentos.

Roubo de carro

Ainda na denúncia, no dia 8 de setembro de 2020, no bairro Ilson Ribeiro, os dois acusados junto com comparsas não identificados roubaram um carro para cometer crimes pela cidade.

Armados, eles invadiram a casa de uma mulher exigindo a chave do carro. E enquanto dois comparsas ficaram com a vítima em casa, sob ameaças, os outros saíram no veículo e cometeram o homicídio e tentativa de homicídio contra os dois adolescentes.

Horas depois, eles liberaram a mulher que estava como refém em casa, o carro dela usado no homicídio foi abandonado e os criminosos fugiram.

Fonte: G1.Acre

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *