script async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js?client=ca-pub-2913509317834347" crossorigin="anonymous"> Mulher em situação de rua dá à luz em terreno baldio e é resgatada por bombeiros
terça-feira, maio 28, 2024
Mais destaques

Mulher em situação de rua dá à luz em terreno baldio e é resgatada por bombeiros

A mulher em situação de rua e dependente química Francisca Gomes da Silva, 32 anos, deu à luz na noite desta quarta-feira (20), em um terreno abandonado, na frente do Hospital da Criança, na rua José de Melo, no bairro do Bosque, em Rio Branco.

 

Segundo informações do suposto pai da criança, ele e a esposa Francisca pularam o muro para ficar em terreno próximo a um prédio abandonado em que eles moram por cerca de 5 anos. A mulher estava grávida e começou a passar mal e ter fortes contrações.

 

O marido, desesperado, pediu ajuda na sede do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que enviou uma ambulância de suporte avançado para dar os primeiros atendimentos a mulher, que havia acabado de entrar em trabalho de parto.

 

A equipe de Samu teve dificuldade em acessar o terreno abandonado e, mesmo assim, com auxílio de uma escada, conseguiu pular o muro e ajudar a mulher a terminar o parto e receber atendimento.

 

Moradora foi socorrida pela equipe do Samu e Bombeiros FOTO: DAVI SAHID

O Corpo de Bombeiro Militar foi acionado e também estava no local ajudando a retirar a mulher do terreno baldio e passar o corpo dela por cima de um muro de aproximadamente 3 metros de altura.

 

Após ser retirada, a moradora em situação de rua foi levada para a ambulância, onde a filha recém-nascida recebeu atendimento médico.

 

Mãe e filha foram encaminhadas para a Maternidade Barbosa Heliodora, para serem finalizados os procedimentos do parto. Uma assistente social da maternidade Barbara Heliodora afirmou que Francisca teve aproximadamente 13 filhos e a maioria morreu após o parto devido a doenças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *