script async src="https://pagead2.googlesyndication.com/pagead/js/adsbygoogle.js?client=ca-pub-2913509317834347" crossorigin="anonymous"> Advogada diz que entregador vai processar vice do Flamengo após agressão
sexta-feira, junho 14, 2024
Esportes

Advogada diz que entregador vai processar vice do Flamengo após agressão

RIO DE JANEIRO, RJ (UOL/FOLHAPRESS) – Marcos Braz será processado nas esfera cível e criminal, é o que afirma Ani Luizi Maxima de Oliveira, advogada de Leandro Gonçalves Júnior, torcedor do Flamengo que se envolveu em uma briga com o vice-presidente rubro-negro.

“Meu cliente vai representar criminalmente contra o Marcos Braz e seu amigo André, que também o agrediu. E na esfera cível em razão de todo o constrangimento que vem passando”, disse a advogada.

Ela acompanhou Leandro em entrevista coletiva concedida na tarde desta sexta-feira (22).

No evento, o torcedor do Flamengo negou que tenha ameaçado Marcos Braz ou a filha dele, o que vai de encontro à versão do dirigente.

“O fato curioso é que, por que, em nenhum momento, ele entrou em contato com a segurança do shopping ou com a polícia, já que estava se sentindo ameaçado? Meu cliente jamais me ameaçou. No próprio depoimento, ele diz que ‘foi indo em direção a ele’, o que prova que ele começou as vias de fato”, disse Ani Luizi.

“Agora, meu cliente vai representar criminalmente contra o Marcos Braz e seu amigo André, que também o agrediu, proferindo chutes em sua cabeça. E na esfera cível em razão de todo o constrangimento que vem passando. Meu cliente está impossibilitado de trabalhar, com medo de andar nas ruas. Esse caso tomou uma proporção tão grande que a gente não sabe o que pode acontecer. Ele precisa do trabalho dele, é o sustento dele”, completou.

O QUE MAIS ELA FALOU?

Filha de Marcos Braz

“No momento [da briga], não estava. Ela estava no shopping, porém, não estava no local. Consegui falar com três testemunhas, muita gente se disponibilizando para testemunhar a favor do Leandro. Pessoal que estavam passeando no shopping e até lojistas, que informaram que, no momento da confusão, a filha não estava com ele. Estava somente ele e o amigo André”.

Amigo de Marcos Braz

“Nos vídeos, aprece meu cliente deitado e ele dando chutes na cabeça do meu cliente. Ele fica até meio desnorteado e, graças a Deus, os seguranças vieram e cessaram as agressões”.

Teme que o processo possa ser abafado?

“De certa forma, sim, até pela vulnerabilidade social do meu cliente em relação ao dirigente e vereador. Mas estamos com todas as provas possíveis, testemunhas, o R.O. [registro de ocorrência] do Leandro, o R.O. do Braz e esperamos que a justiça seja feita”.

Houve falha na segurança do shopping?

“Acredito que não, porque, pelas testemunhas com as quais conversei, ele não foi ameaçado. A todo momento, os torcedores reivindicaram a situação do time. Ameaça não houve. O BarraShopping, o que mais tem, é segurança. É shopping de alto padrão. Se algum momento ele, realmente, estivesse sendo coagido, a segurança ia intervir e não esperar acontecer toda essa situação”.

Postura do Flamengo e do Marcos Braz

“Absurdo, na verdade, mas já estávamos preparados para essa situação. Porém, as imagens vão mostrar que não foi nada disso que aconteceu. Tem uma parte do depoimento que ele diz: ‘fui indo em direção a ele’. Em que sentido ele iria na direção do meu cliente se não quisesse entrar em vias de fato?”.*Associação com torcida organizada? *
“Não. Não faz parte de torcida organizada. Tem conhecidos, mas não faz parte”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *