quarta-feira, maio 22, 2024
Mundo

Crianças passam mal e polícia investiga se homem vendeu muffin com maconha

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – A polícia de Soshanguve, na África do Sul, investiga um homem que vendeu muffins para crianças perto de uma escola. Autoridades desconfiam que o bolinho estava misturado com maconha.

90 crianças da Escola Primária Pulamadibogo passaram mal durante a aula após comprarem muffins de um vendedor ambulante e foram hospitalizadas. O caso aconteceu na quarta-feira (20).

Os professores chamaram uma ambulância após notarem um “comportamento estranho” dos alunos em sala de aula. As crianças relataram náuseas, cólicas estomacais e vômitos.

A polícia ainda espera o resultado de um exame toxicológico para confirmar se há presença de cannabis no bolinho consumido pelas crianças.

Dois suspeitos foram detidos e prestarão depoimento sexta-feira (22) no Tribunal de Magistrados de Soshanguve. Eles podem responder por tentativa de homicídio.

A maioria dos estudantes já recebeu alta. Apenas três meninas continuam internadas no Hospital Acadêmico Dr. George Mukhari.

“Imploramos aos alunos que estejam atentos ao que compram e consomem e sejam cautelosos com quem compram alimentos. Desejamos a todos os alunos afetados uma rápida recuperação”, disse Matome Chiloane, membro do Conselho Executivo de Educação de Gauteng.

Leia Também: Estados Unidos iniciam testes de nova vacina experimental contra HIV em humanos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *