sábado, março 2, 2024
Esportes

Natação ganha ouro e quebra recorde no Pan-americano do Chile

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A natação brasileira conquistou a medalha de ouro no revezamento misto 4x100m livre, neste domingo (22), nos Jogos Pan-americanos, que acontecem Santiago.

A equipe formada por Guilherme Caribé, Marcelo Chierighini, Ana Carolina Vieira e Stephanie Balduccini, finalizou a prova com o tempo de 3m23seg78 e, além de levar o ouro, bateu o recorde pan-americano.

Os Estados Unidos ficaram com a prata, com 3min24s21, e o Canadá, com o bronze, com 3min25s23.

“A ideia era não desistir. Elas vieram muito fortes, mas aprendi que a gente, mesmo que esteja muito atrás, não pode desistir. Foi isso que passou ali na minha cabeça naquela hora e aí dei tudo de mim”, contou Balduccini, responsável por fechar o revezamento.

A natação do Brasil conquistou outras quatro medalhas no dia: Vinicius Lanza (100m borboleta) e Maria Fernanda (200m livre) ficaram com a prata; Murilo Sartori (200m livre) e Alexia Assunção (200m costas) levaram o bronze.

O skate deu mais uma medalha ao país. Augusto Akio assegurou a prata no skate park em uma competição de alto nível. Com a medalha de Akio, o Brasil encerrou a participação no skate com cinco medalhas: dois ouros e três pratas.

O vôlei feminino repetiu a boa atuação da estreia contra Cuba e repetiu contra a Argentina o placar de 3 sets a 0.

O Brasil fechou este segundo dia de competições em quarto lugar nos jogos, com 23 medalhas (5 de ouro, 9 de prata e 9 de bronze).

Os Estados Unidos lideram, com 44 medalhas (20; 11; 13), seguidos pelo México, com 18 (10; 5; 3) e Canadá, com 19 (8; 5; 6).

Leia Também: Rebeca e Flávia brilham, e Brasil é prata por equipes na ginástica

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *