quarta-feira, abril 24, 2024
Esportes

Brasileirão: Palmeiras tem mais de 50% de chance de título e Flamengo se fortalece

Depois de contar com mais um deslize do Botafogo, que empatou com o Fortaleza em jogo atrasado da 29ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras passou a depender apenas de si para ser campeão brasileiro pela 12ª vez. Nos cálculos de probabilidades de título, o time de Abel Ferreira, mesmo sem entrar em campo, viu suas chances de título subirem de 44,7% para 53%, conforme as projeções do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

O Palmeiras lidera o torneio com 62 pontos, um a mais que o vice-líder Botafogo, que, depois de perder a chance de reassumir a ponta, viu cair ainda mais a probabilidade de erguer a taça. Era de 28,8% e, agora, é de 23,8%, segundo os cálculos da UFMG. O jogo na capital cearense marcou a estreia do técnico Tiago Nunes.

Quem se fortaleceu na luta pela taça foi o Flamengo, que ganhou do Red Bull Bragantino por 1 a 0 no Maracanã e assumiu o terceiro lugar, com 60 pontos. A vitória elevou a chance de a equipe carioca treinada por Tite levantar o troféu. O percentual de o Flamengo terminar o ano campeão brasileiro passou de 3,7% para 8,4%.

O Grêmio, quarto colocado, com 59 pontos, tem 7,3% de chance de título. A esperança de ganhar o campeonato é pequena para a equipe comandada por Renato Gaúcho, mas ainda menor para o Bragantino, que amargou o terceiro tropeço seguido ao perder para o Flamengo e passou a ficar muito distante do troféu. A probabilidade de o time do interior paulista terminar o torneio em primeiro é de 6,4%, nos cálculos da UFMG.

A classificação voltou a ser modificada depois de uma longa pausa em decorrência da Data Fifa, mas os compromissos deste meio de semana eram jogos atrasados, de rodadas anteriores. No próximo fim de semana, as equipes entram em campo para a disputa da 35ª rodada.

FUGA DO REBAIXAMENTO

Na parte de baixo da tabela, o América-MG já foi rebaixado e o Coritiba está na iminência de cair – tem 99,99% de risco de queda. Também é difícil a situação do Goiás, que registra 94,8% de probabilidade jogar a Série B em 2024. Segundo as contas do Departamento de Matemática da UFMG, o Bahia, último time dentro do Z-4, é quem corre o maior risco de acompanhar esses três times e também descer de divisão. São 66,1% de risco de queda para a equipe de Rogério Ceni.

Já o Cruzeiro somou quatro pontos em seus dois jogos que tinha para disputar – vitória sobre o Fortaleza e empate com o Vasco – e ganhou um respiro, mas o risco ainda é real, de 15%. O Vasco tem 13,7% e o Santos, 4,9%.

Veja as estatísticas divulgadas pelo Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG):

Probabilidades de título do Brasileirão 2023

Palmeiras – 53%

Botafogo – 23,8%

Flamengo – 8,4%

Grêmio – 7,3%

Red Bull Bragantino – 6,4%

Atlético-MG – 1,1%

Chances de vaga na Libertadores 2024

Palmeiras – 99,99%

Botafogo – 99,94%

Flamengo – 99,8

Red Bull Bragantino – 99,5%

Grêmio – 99,5%

Atlético-MG – 97,6%

Athletico-PR – 3,4%

Risco de rebaixamento no Brasileirão 2023

América-MG – 100%

Coritiba – 99,9%

Goiás – 94,8%

Bahia – 66,1%

Cruzeiro – 15%

Vasco – 13,7%

Santos – 4,9%

Inter: 3,2%

Corinthians -1,2%

Fortaleza – 1%

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *