segunda-feira, abril 22, 2024
M de Mulher

Ácido glicólico: o aliado da pele contra o envelhecimento precoce

O ácido glicólico está entre os ativos mais usados na rotina de skincare. Para aproveitar todos os benefícios da substância, é importante entender sua forma de atuação, indicação, bem como conhecer os melhores produtos disponíveis no mercado. Acompanhe!

O que é o ácido glicólico?

Segundo Geisa, o ácido glicólico faz parte do grupo de alfa hidroxiácidos (AHAs), que atua nas camadas superficiais da pele. “Dependendo de sua concentração, pode ser usado em peeling, contribuindo para a renovação celular”.

O ativo tem várias funções e está presente “em tônicos, séruns, cremes, máscaras noturnas” e, até mesmo, em demaquilantes. Também existem “esfoliantes antissinais que usam o ácido glicólico para renovar a pele, proporcionando maciez e luminosidade”.

Para que o ácido glicólico serve?

A especialista explica que o ácido glicólico ajuda a remover as células mortas da superfície da pele. Dessa forma, gera “uma resposta biológica das camadas mais profundas da epiderme, acelerando, assim, a renovação celular”. O ácido pode ser utilizado para tratar a pele acneica, manchas, além de minimizar os sinais de envelhecimento.

Benefícios do uso de ácido glicólico

Assim como outros ativos do grupo de alfa hidroxiácidos (AHAs), o ácido glicólico oferece diversos benefícios para melhorar o aspecto da pele. Abaixo, Geisa elenca e explica os principais:

  • Previne e minimiza a acne: o ativo pode reduzir o pH da pele, apresentando efeito antibacteriano contra a acne. Ele também atua como um esfoliante, então diminui a obstrução dos poros.
  • Clareamento de manchas: o ácido glicólico acelera a renovação celular, possibilitando uma nova camada de células, portanto, atenua as manchas na pele.
  • Reduz o tamanho dos poros: o ativo pode ajudar a reduzir o tamanho dos poros, uma vez que equilibra o pH da pele.
  • Suaviza linhas de expressão: o composto promove a elasticidade e a resistência da pele, minimizando rugas e linhas de expressão.
  • Uniformiza a textura da pele: quando a substância é usada continuamente pode atenuar as imperfeições, melhorando a textura da pele.

Embora o ácido glicólico ofereça muitos benefícios, antes de usá-lo, Geisa orienta a consultar um dermatologista. Não é recomendado “aplicá-lo em altas concentrações, pois pode causar reações adversas, como vermelhidão e ardência”.

Como usar o ácido glicólico?

Para obter bons resultados, é preciso usar o ácido glicólico corretamente. Escolha produtos de qualidade, com a concentração do ativo adequada para o seu tipo de pele. Abaixo, a especialista explica as principais etapas:

  • Escolha dos produtos: cada pessoa tem um tipo de pele, hábitos e queixas. “Por exemplo, caso a sua pele seja mais sensível, é indicado usar produtos com baixas concentrações de ácido glicólico”. Então, consulte um dermatologista antes de comprar os dermocosméticos.
  • Teste de alergia: para realizar o teste, higienize o antebraço, aplique o produto e aguarde 20 minutos. “Caso apareçam sintomas, como irritação ou vermelhidão, o ativo não é indicado para você”. Suspenda o uso e converse com um especialista.
  • Higienização da pele: o ácido glicólico pode fazer parte da rotina de higienização, uma vez que existem sabonetes faciais e loções de limpeza de pele profunda com o ativo. Ele ajuda a “remover sujidades e o excesso de células mortas por meio de uma leve esfoliação”.
  • Frequência de uso: “é aconselhável usar o ativo continuadamente para conseguir bons resultados na pele, porém sempre com cautela”. Normalmente, “os primeiros resultados começam a aparecer na segunda semana de aplicação”.
  • Uso noturno: o ácido glicólico pode fazer parte da rotina de skincare noturna, inclusive, “existem máscaras específicas para aplicar nesse período”.

Na rotina de skincare diurna, “o protetor solar deve ser usado diariamente, caso contrário, a pele pode sensibilizar e manchar”. Além disso, é contraindicado usar o ácido glicólico “em áreas sensíveis e/ou lesionadas”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *