quinta-feira, abril 25, 2024
Famosos

Ronaldo Fraga compartilha crítica a Taylor Swift: ‘Apenas uma febre capitalista’

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – O estilista Ronaldo Fraga usou as redes sociais neste domingo (26) para compartilhar uma crítica à passagem de Taylor Swift no Brasil. No Instagram, ele replicou um texto do advogado criminalista Roberto Tardelli, que se refere à cantora como “uma máquina de mover dólares” e afirma que sua vinda ao país não deixará saudades.

“Impossível não repostar”, escreveu Fraga. Os comentários da publicação reiteram críticas a Swift -principalmente em relação ao silêncio da cantora diante a morte de uma fã- e afirmam que o estilista falou “o que precisa ser dito”.

O texto diz que Swift “não tem a centelha de um gênio das artes, uma transgressora, uma mulher que tenha rompido padrões e tenha levado as possibilidades humanas para outras e inéditas liberdades. […] Ela é uma febre mundial. Apenas uma febre uber-capitalista.”

“Taylor Swift parece ser uma máquina de mover dólares. Ao não emitir nenhuma palavra pela fã que morreu para assistir a seu show, TS, a meu pensar, tornou sua turnê brasileira uma demonstração do que o capitalismo é capaz de fazer, a demonstrar a que ponto pode chegar a frivolidade de alguém que não se emociona sequer diante da morte de uma fã”, diz outro trecho.

O texto também chama a cantora de “patricinha” e diz esperar “que ela volte para junto aos seus”. “Ela nada levou de nós, mas nos deixou uma nossa jovem morta”, finaliza.

Grande parte dos internautas nos comentários endossou as críticas do texto. “Ufa! Que alívio ler isso! Faço de suas palavras meu desabafo”, escreveu Carolina Dib. “Só discordo de uma coisa. Ela levou muito de nós. Levou uma de nossas vidas!”, disse Rafael Cardoso-Viana.

Leia Também: Família de Ana Benevides comparece ao último show de Taylor Swift no Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *