segunda-feira, abril 22, 2024
Esportes

Palmeiras pega o lanterna América-MG em jogo crucial pelo bicampeonato brasileiro

Após um mês o Palmeiras volta a jogar no Allianz Parque nesta quarta-feira, às 21h30, e terá pela frente um confronto crucial na busca pelo segundo título consecutivo do Campeonato Brasileiro. Diante do lanterna América-MG pela 36ª rodada do torneio nacional, o clube alviverde sabe que não pode tropeçar para não correr o risco de perder a condição de única equipe que depende apenas de suas forças para erguer a taça.

Por causa de eventos artísticos, o Palmeiras teve seus últimos dois compromissos como mandante deslocados para a Arena Barueri. Contra o América-MG, o Allianz Parque contará com espaço reduzido para os torcedores, uma vez que ainda há um palco montado no gol da ferradura. A carga máxima é de cerca de 30 mil lugares para o jogo desta noite.

Sem poder contar com os suspensos Abel Ferreira e João Martins, o principal auxiliar, no banco de reservas, o Palmeiras deve ser comandado pelo também português Vitor Castanheira. Nas arquibancadas, o apoio será total, mas dentro de campo há condições preocupantes. O empate heroico contra o Fortaleza deixou fissuras na equipe. O zagueiro Gustavo Gómez foi expulso e não pode jogar com o América-MG. Opção para o setor, Luan ainda se recupera de lesão e é dúvida. Mayke, que vinha sendo utilizado como ala na direita, também está suspenso.

A comissão técnica tem de se esforçar para encontrar soluções. Uma opção é mudar a configuração tática, abrindo mão dos três defensores e retornando ao sistema com dois zagueiros e dois laterais. Para arrancar o empate com o Fortaleza, Abel foi arrojado e colocou quatro atacantes em campo ao mesmo tempo. Se precisar ousar novamente, o português o fará. Caso decida manter o esquema, Garcia, Naves e Vanderlan, garotos formados na base, devem ganhar oportunidade na equipe titular.

Os últimos oito jogos concretizaram a arrancada do Palmeiras no Brasileirão e projetaram o conjunto alviverde na liderança do torneio. São seis vitórias, um empate e uma derrota. A goleada sobre o São Paulo, a virada sobre o Botafogo e a igualdade com o Fortaleza foram emblemática nessa retomada. Em casa, o time ainda tem um retrospecto importante: não sofre gols há quatro jogos. O lema “baliza a zero” é repetido à exaustão pela comissão técnica e é uma meta para o time nesses últimos três jogos.

“Ficou evidente a atitude campeã que esta equipe tem. Futebol é isto, mas acima de tudo, o meu maior orgulho é a forma como nós jogamos e nunca desistimos. Fazemos das tripas coração para continuar a depender de nós. Temos três finais e precisamos de muita ajuda dos nossos torcedores. Está tudo em aberto, e vamos ter campeonato até o fim”, afirmou Abel após o jogo na capital cearense.

O Palmeiras vai encontrar o América-MG já rebaixado. A equipe de Belo Horizonte é a lanterna do Brasileirão e costuma oscilar muito dentro dos jogos. O time tem postura ofensiva, costuma dar trabalho, mas a inconsistência custou caro e tirou pontos em jogos em que se apresentou melhor do que os adversários.

O América-MG tem bons jogadores do meio para frente que têm despertado interesse de equipe grandes do País. O Palmeiras deve ficar atento a Juninho, ao meia argentino Emmanuel Martínez e ao atacante uruguaio Gonzalo Mastriani.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *