terça-feira, abril 16, 2024
Esportes

Polícia investiga se furto de fios provocou descarga elétrica que matou corintiano em SP

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Polícia Civil de São Paulo investiga se problemas causados por furto de fios de cobre na região da Neo Química Arena podem ter relação com a descarga elétrica que matou o torcedor corintiano Rafael Suman Brolezi, 16.

O adolescente morreu no último dia 26 após encostar em um poste de iluminação pública e levar um choque em frente ao Itaquerão, na zona leste de São Paulo. Ele havia acabado de assistir no estádio a uma partida entre Corinthians e Fortaleza pela Copa Sul-Americana e atravessava a avenida Doutor Luiz Ayres (Radial Leste) quando tocou em um poste no canteiro central da via.

De acordo com a SSP (Secretaria da Segurança Pública), o furto da malha de aterramento de cobre na região pode ter energizado o poste. A hipótese, contudo, ainda precisar ser confirmada pela perícia.

“Os laudos periciais estão em elaboração e serão analisados para auxiliar nas investigações”, afirma a SSP, em nota.

Ainda segundo a pasta, o 65º Distrito Policial (Artur Alvim) instaurou inquérito e trabalha em busca de testemunhas e outros detalhes que ajudem a esclarecer os fatos.

Procurada, a Prefeitura de São Paulo afirmou que apenas a SSP se pronunciaria sobre a investigação.

O torcedor, que era de Águas de Lindoia (SP), estava acompanhado de um primo no momento do acidente. Em seu relato à polícia, o homem disse ter aguardado socorro no local por cerca de 45 minutos -uma médica que passava de carro pela avenida parou e prestou atendimento até a chegada de uma equipe do Samu.

O jovem chegou a ser encaminhado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) de Itaquera e, depois, para o Hospital Planalto, mas já chegou morto ao hospital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *