sábado, fevereiro 24, 2024
M de Mulher

Uso diário de maquiagem detona a pele? Veja cuidados básicos para usar a make sem culpa ou riscos

A cantora Sandy, da dupla Sandy e Júnior, afirmou no primeiro episódio do programa Angélica: 50 & Tanto”, exibido no Fantástico, que não consegue ficar sem usar maquiagem. Durante a conversa com Maísa, Fernanda Souza e Angélica, ela disse que não se sente à vontade de mostrar o rosto limpo.

“Eu estou desacostumada da minha cara normal, lavada (…) minha cara é aquela. A minha cara é essa que as pessoas veem pronta”, afirmou Sandy.

Mas, afinal, usar maquiagem todos os dias como a Sandy pode prejudicar a pele? A maquiagem envelhece? Tem como usar maquiagem todos os dias e ainda assim ter a pele saudável?

Maquiagem envelhece a pele?

 

Segundo a dermatologista Elisete Crocco, coordenadora do setor de Cosmiatria da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), usar maquiagem todos os dias não necessariamente envelhece se o uso, a limpeza e a hidratação da pele forem feitos como indicado.

“Ao fazer uma grande cobertura, você não permite a irradiação solar na superfície da pele como se você não tivesse [passado] nada. Então, uma grande cobertura não permite a incidência dos raios de sol diretamente”.

Por outro lado, se a maquiagem não for usada de forma adequada, pode trazer danos para pele e causar desequilíbrios que podem aumentar os sinais de envelhecimento, como explicado pela dermatologista Marcelle Nogueira, médica dermatologista pela USP, especialista em envelhecimento da pele e membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

“Sinais de envelhecimento na pele [aparecem] principalmente quando o paciente usa produtos que não são adequados para o tipo de pele dele”, explica Marcelle.

Como a pele pode piorar usando maquiagem todo dia?

 

Os dermatologistas afirmam que, geralmente, produtos que não condizem com a pele do usuário podem prejudicar a pele causando:

  • Obstrução dos poros;
  • Mudança na qualidade da pele e no pH;
  • Espinhas e cravos;
  • Alergias;
  • Aumento da oleosidade;
  • Comedões (lesões de acne que surgem principalmente na zona “T” (testa, nariz e queixo); e
  • Doenças de pele.

 

Produtos sem oleosidade: Para que isso não aconteça, Elisete Crocco indica não comprar produtos que tenham muitas bases e componentes de muita oleosidade.

Remoção correta: A dermatologista acrescenta que “a grande questão é se a pessoa não faz uma remoção correta da maquiagem”.

Higienização dos pincéis: Outro ponto reforçado por Vitor Bechara, dermatologista especialista pela SBD e professor de cosmiatria na UFRJ, é a higienização dos pincéis ou esponjinhas que podem transmitir infecções bacterianas e causar infecções na pele.

Ele indica lavar pelo menos uma vez na semana ou a cada 15 dias os utensílios com água morna e sabonete líquido neutro.

 

“As infecções de pele podem se apresentar como pápulas avermelhadas e até mesmo pústulas”, que são bolinhas de pus, explica Vitor.

Qual a rotina de cuidados ideal antes e depois da maquiagem?

 

➡️ Antes

1 – O primeiro passo antes da maquiagem é lavar o rosto. A dermatologista Elisete indica passar também água micelar para garantir que nenhuma sujeira ficou na pele.

“A água micelar tem uma capacidade de captar a sujidade da pele, jogar para dentro das micelas e remover. Então, isso vai fazer muita diferença ao longo fazer essa obstrução”, explica Elisete.

2 – Em seguida, vem a hidratação de acordo com o tipo de pele, então se a pele é oleosa, o produto utilizado tem que ser próprio para ela.

➡️ Depois

1 – Para retirar todo resquício de produto, o ideal é usar um demaquilante aplicando suavemente com um algodão.

Marcelle, dermatologista e especialista em envelhecimento da pele, também sugere usar um demaquilante bifásico para limpeza antes de dormir quando a pessoa está com maquiagens que fixam mais, como máscara de cílios à prova d’água.

“O demaquilante bifásico vai ter um poder maior quimicamente de tirar esse tipo de fixação das maquiagens nos momentos antes de dormir”, afirma.

 

Água micelar pode ser usada de novo e o sabonete também. Depois, basta hidratar com um produto adequado para o tipo de pele e, se quiser, usar um tônico facial para equilibrar o pH da pele.

Como cuidar da pele gastando pouco?

 

Para quem tem um orçamento máximo para gastar com a pele, produtos para priorizar são:

  • Sabonete adequado para a pele do rosto;
  • Água micelar ou tônico;
  • Hidratante leve;
  • Esfoliante.

 

Se a pessoa cumprir todas as etapas corretamente de sempre remover e fazer o seu cuidado de renovação celular, ela poderia usar maquiagem todos os dias, não tem problema nenhum.
— Elisete Crocco, dermatologista

Para a dermatologista Marcelle, opções de uma rotina de cuidado mínima podem ser lavar o rosto com sabonete de manhã e ao final do diahidratar a pele ou escolher um tônico e usar filtro solar.

“Importante trazer o tratamento que aquela pele precisa de manhã e à noite”, explica Marcelle sobre usar produtos que tenham mais de um objetivo, como hidratar e equilibrar o pH.

Maquiagens mais caras são melhores para a saúde da pele?

 

Não. Isso é consenso entre os dermatologistas ouvidos. Eles explicam que um produto pode ser muito bom para uma pele e péssimo para outra. Depende do que a pessoa precisa e não necessariamente da marca – ou do preço.

Elisete diz que, “em geral, elas [maquiagens mais caras] têm uma cosmética mais agradável”.

A dermatologista Marcelle dá dicas para escolher cosméticos dependendo do tipo de pele:

Para peles mais oleosas e jovens, propensas a ter espinhas ou cravos, é indicado que a pessoa procure cosméticos não comedogênicos, ou seja, que não gera cravos. Essa indicação geralmente está no rótulo do produto.

Para peles mais maduras ou secas, é melhor usar produtos que possam hidratar a pele. Um exemplo são cosméticos cremosos ou mais líquidos, e que não sejam pós-matificantes, ou seja, que deixam um aspecto seco depois de aplicado.

O ideal para peles maduras ou secas, segundo Marcelle, é não utilizar produtos que contenham álcool na formulação.

“Além de ressecar, pode também irritar a pele que é mais seca e aumentar esse aspecto de rugas”, explica.

 

E para as peles sensíveis, é recomendado não usar produtos que tenham fragrância e evitar conservantes.

“Eles podem trazer um pouco mais de irritação para essas peles que são sensíveis”, conclui Marcelle.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *