terça-feira, fevereiro 27, 2024
Politics

Decisão Judicial Libera Caminhoneiro Envolvido em Trágico Acidente com Vítimas Fatais em Rio Branco

Florisvaldo Ribeiro dos Santos, de 49 anos, o caminhoneiro envolvido no acidente que resultou na morte do pequeno Isaac Gomes Cavalcante, de 8 anos, e de sua mãe, Natasha Caroline de Souza Gomes, 25, na manhã de sábado, 3, na curva do Itucumã, em Rio Branco, foi posto em liberdade pela Justiça.

A decisão de liberar Florisvaldo veio da vara de plantão do Fórum Criminal de Rio Branco, que seguiu um entendimento do Superior Tribunal Federal. Este entendimento estabelece que em casos de homicídios culposos, nos quais não há intenção de matar, a prisão não deve ser convertida em prisão preventiva. Assim, Florisvaldo terá o direito de responder ao crime em liberdade, mesmo após ingerir bebida alcoólica e dormir ao volante de seu veículo, resultando no trágico acidente.

Entenda o caso:

Segundo informações da Polícia, o caminhoneiro trafegava no caminhão baú modelo M.Benz, de cor branca, placa QLU-9F74, no sentido Rio Branco-Senador Guiomard quando perdeu o controle da direção. O veículo invadiu a pista contrária, colidindo violentamente na parada de ônibus onde estavam Isaac e sua mãe, Natasha. O impacto resultou na destruição da parada de ônibus, atropelamento de Isaac e Natasha, derrubada da cerca de uma chácara e colisão contra um cajueiro.

Populares acionaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), enviando ambulâncias básicas e de suporte avançado. Infelizmente, quando os paramédicos chegaram, nada puderam fazer por Isaac, que já se encontrava sem vida. Natasha recebeu os primeiros atendimentos, sofreu fraturas pelo corpo e foi encaminhada ao Pronto-Socorro de Rio Branco em estado grave. Ela faleceu horas depois.

O motorista, Francisvaldo, sofreu um corte no supercílio e foi atendido pelo SAMU no local do acidente. Policiais Militares do Batalhão de Trânsito isolaram a área para os trabalhos do Perito Criminal. O teste do etilômetro registrou 0,87 mg/L de álcool no sangue de Francisvaldo, confirmando a ingestão de bebida alcoólica.

A comunidade local aguarda ansiosamente por desdobramentos na investigação e expressa preocupação com a decisão de liberar o motorista, levantando questões sobre a justiça e a segurança nas estradas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *