sábado, fevereiro 24, 2024
Destaques

Governo e Fieac definem agenda para ampliar relação bilateral com a região de Puno

O governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Ciência e Tecnologia (Seict), e a Federação da Indústria do Estado do Acre (Fieac) definiram uma agenda estratégica para ampliar a relação bilateral com produtores da região de Puno, no sul do Peru. Atualmente, o Acre exporta proteína animal para nutrição de trutas salmonadas.

Alcaide de San Miguel trouxe amostras de produtos da região de Puno que podem ser prospectados por empresários acreanos. Foto: Jairo Carioca

No início da tarde desta segunda-feira,  5, o alcade distrital de San Miguel, Cristin Manani, reuniu-se na sede da Fieac, em Rio Branco, com o titular da Seict, Assurbanipal Mesquita, e o presidente da Fieac, José Adriano Ribeiro, para discutir temas internacionais e bilaterais. Entre os assuntos tratados, foi dado destaque ao fluxo de comércio e investimentos.

Para o titular da Seict, esse diálogo já é uma rotina onde as partes trocam informações comerciais e manifestam intenções sobre o fluxo de comércio e investimentos. Mesquita lembrou a recente visita de empresários acreanos a Puerto Maldonado. Manani coordena a Comodip – Municipalidades Distritales de Puno – com 110 distritos, que representam cerca de um milhão de habitantes.

“Ficou pactuado o aprofundamento das relações bilaterais de comércio. As partes vão apresentar um portifólio com os produtos potenciais de exportação, a capacidade de produção e a realização de feiras para exposição e rodadas de negócios entre os empresários do Acre e de Puno”, acrescentou Mesquita.

O presidente da Fieac afirmou que desde 2016 o estado do Acre realizou prospecções e organizou a classe através da agenda de cultura exportadora do empresário acreano. Ele citou a partir de 2019 a ampliação do agronegócio que passou a ser um comodities a ser considerado na balança comercial. Para os resultados esperados ele citou a necessidade de agendas pragmáticas.

O encontro na Fieac contou com a presença de técnicos e diretores da Agência de Negócios do Acre (Anac). Foto: Jairo Carioca

“O movimento de prospecção já passou. Os peruanos passaram a entender que os investimentos estruturais como a construção do Porto de Chancay é uma oportunidade de crescimento para o Acre e para eles também. Precisamos avançar muito. Temos um desafio à ministra do Planejamento, Simone Tebet, um encontro deverá acontecer em maio, onde pretendemos entregar ao governo federal todos os gargalos existentes e encaminhar as soluções”, acrescentou Adriano.

O alcade Cristin Manani disse que a breve exposição dos produtos organizados por 110 distritos contou com o interesse de aprofundamento do diálogo para a prospecção de negócios bilaterais. “Vamos organizar eventos em Puno para receber a caravana acreana e também estaremos aqui na Expoacre apresentando nosso portifólio de exportação”, garantiu Manani.

A agenda bilateral entre os representantes de Puno é coordenada pelo consultor Alejando Salinas. O encontro na Fieac contou com a presença de técnicos e diretores da Agência de Negócios do Acre (Anac). Além de visitas a redes de supermercados em Rio Branco, o alcade de San Miguel e seus assessores fazem agenda com o secretário de agricultura Luiz Tchê nesta terça-feira, 6.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *