sábado, fevereiro 24, 2024
Esportes

Segundo dia do julgamento de Daniel Alves terá depoimento de Joana Sanz

O segundo dia do julgamento de Daniel Alves, jogador brasileiro acusado de ter estuprado uma jovem em uma boate de Barcelona em 2022, se inicia nesta terça-feira (6), às 15h (horário local) ou 11h em Brasília. A previsão é que cerca de 20 pessoas sejam ouvidas. O depoimento da mãe da vítima foi dispensado. Entre as testemunhas chave do dia estão Joana Sanz, esposa do atleta, e  o chef Bruno Brasil, amigo que o acompanhava na noite do crime.

Convocada pela defesa, Joana Sanz deve corroborar a versão de Alves, que afirma que a relação sexual com a jovem foi consensual e que ele estava sob efeito de álcool no momento do incidente, ocorrido na boate Sutton. Segundo o jornal espanhol La Vanguardia, a modelo declarará que “naquela noite, o acusado chegou bêbado em casa”.

Outros 3 amigos de Daniel Alves devem depor, além de dois seguranças e o diretor da boate Sutton. Um amigo da prima da mulher, a quem ela recorreu naquela noite para contar o ocorrido, e outros 12 policiais (que participaram do caso) também serão ouvidos.

Ainda não há data para divulgação da sentença.

Leia Também: Vítima, amiga e prima detalham noite do suposto estupro em julgamento de Daniel Alves

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *