sábado, fevereiro 24, 2024
Mundo

Descoberto o batom mais antigo do mundo; tem 4 mil anos

O batom mais antigo do mundo, com 4 mil anos, foi descoberto no Irã por arqueólogos da Universidade do Teerã e da Universidade de Pádua, na Itália. Segundo o Corriere del Veneto, o batom estava dentro de um frasco “finamente esculpido”, datado entre 1900 e 1700 a.C.

No estudo, intitulado ‘Batom da Idade do Bronze encontrado no sudoeste do Irã’ e publicado na revista Scientific Reports, o cosmético é descrito como um “preparado vermelho escuro, à base de hematita, manganita e braunita, misturado com ceras e óleos vegetais que, pela sua composição específica, é muito semelhante à de um batom moderno”.

Os arqueólogos afirmam que a descoberta prova que os artesãos do antigo Irã tinham já “conhecimentos muito avançados” sobre compostos que permitiam a produção não só de ‘kohl’ (lápis preto para os olhos), como de sombras de algumas cores e batons, assim como dos perigos da ingestão direta de minerais de chumbo, uma vez que as misturas encontradas contêm apenas “vestígios mínimos” desta substância.

Segundo o mesmo estudo, há 4 mil anos, o batom era uma “importante manifestação pública do papel dominante de um estrato de elite da população.

Leia Também: Fotógrafo vence prêmio do público com foto de urso polar dorminhoco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *