Britânico termina mestrado aos 95 anos (e pondera doutorado)
1 min read

Britânico termina mestrado aos 95 anos (e pondera doutorado)

Aos 95 anos, David Marjot foi o aluno mais velho a terminar os estudos na Universidade de Kingston, no Reino Unido. O homem, que completou um mestrado em Filosofia Moderna Europeia, pondera, agora, ingressar num doutorado – que acabaria com 102 anos.

Natural de Weybridge, em Surrey, o psiquiatra reformado é o aluno mais velho a formar-se naquela universidade, tendo batido o recorde de um estudante que terminou o curso aos 93 anos, em 1994, segundo um comunicado da instituição de ensino.

David especializou-se em psiquiatria em 1952. Mais de sete décadas depois, as mudanças na área motivaram-no a regressar aos estudos, de forma a “saber mais sobre filosofia e como poderia aplicá-la na profissão”.

Além disso, a morte da esposa, ao fim de 65 anos de casamento, foi, também, um fator que pesou na decisão, já que os estudos concederam-lhe forma de “manter a mente ocupada”.

Ainda que tenha reconhecido que voltar a estudar é “arriscado”, o psiquiatra defendeu que “o mais importante é estar interessado”.

“Foi duro; a minha memória já não é o que era, mas tive a sorte de ter professores excelentes e foi uma experiência muito positiva. Acho que é importante continuarmos sempre a desafiar-nos, mesmo à medida que envelhecemos”, disse.

David equaciona, agora, ingressar num doutorado em regime part-time, o que significa que terminaria os estudos com 102 anos.

Leia Também: Músicas de Michael Jackson são vendidas por R$ 3 bi em maior transação da história

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *