terça-feira, abril 16, 2024
Saúde

A solidão pode ser perigosa para o seu coração

Sabemos que uma boa dieta e a adoção de exercicios físicos regularmente podem influenciar e muito na súde do coração, mas você sabia que existem outros elementos que podem prejudicar a saúde cardíaca, indo além desses mais conhecidos?

Gosia Wamil, cardiologista da Mayo Clinic Healthcare em Londres, responde quais  fatores pouco imaginados podem influenciar na saúde do coração e também esclarece outras dúvidas sobre sintomas, prevenção e diagnóstico quando falamos em doenças cardiacas.

A solidão afeta a saúde do coração?

A solidão e o isolamento social têm sido associados a doenças cardíacas, aponta Gosia.  “Estudos sugerem que as pessoas que experienciam a solidão crônica podem ter um maior risco de desenvolver doenças cardiovasculares”, aponta a Dra. Wamil. “As conexões sociais e as relações de apoio contribuem para o bem-estar geral, e a falta dessas conexões pode levar ao aumento do estresse, inflamação e comportamentos de estilo de vida pouco saudáveis, os quais podem afetar negativamente a saúde do coração.”

Socializar é geralmente bom para a saúde do coração, acrescenta a médica. “Interações sociais positivas podem reduzir o estresse, baixar a pressão arterial e melhorar o bem-estar emocional geral”, diz ela. “Envolver-se em atividades sociais, passar o tempo com entes queridos e construir uma sólida rede de apoio social pode proteger o coração.”

Como o álcool afeta o coração?

“Embora moderado, o consumo de álcool pode gerar alguns benefícios cardiovasculares, o consumo excessivo de álcool pode levar a pressão alta, cardiomiopatia e arritmias”, aponta a Dra. Wamil. “É crucial aderir às diretrizes recomendadas para a ingestão de álcool e consultar um profissional de saúde sobre os seus fatores de risco pessoais.”

Como alguém pode dizer a diferença entre um ataque de pânico e um ataque cardíaco?

“Sintomas de ataque cardíaco muitas vezes incluem dor irradiada para o braço esquerdo, mandíbula ou costas. Outros sintomas podem ser náuseas e sudorese”, diz Gosia. “Ataques de pânico podem estar relacionados a uma súbita onda de intenso medo e desconforto, muitas vezes com um sentimento de morte iminente.”

Gosia desaconselha tentar adivinhar a resposta a essa pergunta. “Se você não tiver certeza, é crucial procurar um atendimento médico imediato caso você apresente sintomas que indiquem um ataque cardíaco, pois essa condição requer avaliação e tratamento imediatos”, diz ela.

Quais sinais ou sintomas que você deve observar na sua saúde cardíaca em geral?

Sinais de potenciais problemas cardíacos incluem dor ou desconforto no peito, falta de ar, fadiga, tonturas e batimentos cardíacos irregulares. É importante estar alerta a estes sintomas e procurar atendimento médico caso eles ocorram, especialmente se forem graves ou persistentes.

 Como você pode proteger a saúde do seu coração durante os períodos festivos, quando a comida é abundante e quando você não se exercita com tanta frequência?

É tudo uma questão de mindfulness, diz Gosia. “Preste atenção ao tamanho das porções e evite o excesso de alimentos com alto teor calórico e alto teor de gordura”, explica.”A moderação é vital quando se trata de álcool para prevenir potenciais problemas cardíacos. Mantenha seu corpo ativo, incorporando atividades físicas em sua rotina nos períodos festivos, ajudando a neutralizar os efeitos do aumento da ingestão de calorias. Gerencie o estresse com técnicas de mindfulness e respiração profunda, pois o estresse pode afetar a saúde do seu coração.”

Publicidade

Evite alimentos altamente processados que contenham açúcares adicionados, sal em excesso e gorduras trans, e limite as gorduras saturadas na carne vermelha, nos laticínios integrais e nas frituras, ela acrescenta. “Esses passos simples podem contribuir para um período festivo mais saudável e feliz para o seu coração”, diz a médica.

Quais são alguns dos alimentos saudáveis para o coração que as pessoas podem acrescentar em suas refeições?

Alimentos saudáveis para o coração incluem frutas e vegetais que são ricos em vitaminas, minerais e antioxidantes, aponta Gosia. “Os grãos integrais também são importantes”, ela acrescenta. “Aveia, quinoa e arroz integral fornecem fibras e nutrientes.”

Quando se trata de proteína, concentre-se em opções magras, como peixe, feijão, legumes e aves sem pele. Considere também adicionar gorduras saudáveis como abacates, nozes, sementes e azeite à sua dieta, diz a médica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *