Em seis meses, o Acre já registra 90 focos de queimadas. Isso é o que mostra os dados do Programa de Queimadas do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). O levantamento vai de janeiro a junho deste ano.

Em 2021, no mesmo período, o total de focos foi de 62 no estado. Os registros são de janeiro até esta sexta-feira (17). O aumento em um ano foi de mais de 45%.

O estudo mostra ainda que o maio é o mês com mais focos de queimadas, 33. Em junho foram registrados 24 em todo o estado.

Veja a quantidade de focos de queimadas por mês no Acre:

Comparativo mensal de focos de queimadas no Acre

O estado brasileiro com o maior registro de foco de queimadas é Mato Grosso, com mais de 5 mil, em seguida aparece Tocantins, com 2.072, e a Bahia com 1.410.

Mais de 8,8 mil focos em 2021

Mais de 8,8 mil focos de queimadas foram registrados no território do Acre em 2021, conforme o Inpe. O total, no entanto, reduziu em comparação ao número confirmado em 2020, quando foram registrados 9.193 focos de queimadas no estado acreano. A redução foi de 3,9% entre os períodos avaliados.

Em 2020, inclusive, foi registrado o maior número de focos de queimadas em dez anos no estado acreano. Em 23 anos, de 1998 a 2021, o maior número contabilizado no estado foi em 2005 – 15.993 focos de queimadas.