Os irmãos Glauco e Gleison desapareceram no dia 18 de fevereiro, quando foram caçar pássaros na mata e não retornaram. Pegadas e até uma possível cama onde os irmãos dormiram foram encontradas. Buscas por irmãos indígenas desaparecidos serão retomadas
As buscas pelos irmãos indígenas de 6 e 8 anos, desaparecidos na região de selva da Comunidade Indígena Palmeira, em Manicoré, no interior do Amazonas, serão retomadas pelo Corpo de Bombeiros no sábado (26). O retorno das buscas aconteceu após novas pistas serem encontradas.
Os irmãos Glauco e Gleison desapareceram no dia 18 de fevereiro, quando foram caçar pássaros na mata e não retornaram. As buscas por eles foi iniciada em seguida e havia sido encerrada pelo Corpo de Bombeiros na sexta-feira (25).
Apesar das autoridades terem encerrado as buscas, indígenas de 5 das 8 aldeias que ficam em Campana Grande, uma área indígena de Manicoré, continuaram a procurar pelas crianças na região.
Uma indígena voluntária que está atuando diretamente nas buscas informou que foram encontradas pegadas e até uma possível cama onde os irmãos dormiram nos últimos dois dias. As pistas encontradas aumentaram as esperanças de encontrar Glauco e Gleison com vida.
Buscas acontecem em uma região de selva da Comunidade Indígena Palmeira, em Manicoré.
Walter Filho/Arquivo pessoal
Depois das novas informações sobre o desaparecimento das crianças, uma reunião foi marcada entre as autoridades e foi decidido a retomada das buscas.
Para ajudar, foram enviados quatro especialistas em ações de mata do Exército Brasileiro de Humaitá. Três policias militares de Manicoré e um policial civil, além de representantes do conselho tutelar também devem se juntar aos especialistas.
Durante as buscas, dois indígenas foram picados por cobras em pontos diferentes dentro da mata fechada. Um já recebeu alta e o outro permanece em observação.
VÍDEOS mais assistidos do Amazonas