Categoria: Palmeiras

Esportes, Palmeiras, Uncategorized
New York City FC avisa o Palmeiras que não liberará o argentino Castellanos

O New York City FC, time dos Estados Unidos que joga a MLS (Major League Soccer), informou o Palmeiras que não liberará o atacante Valentín Castellanos para o time brasileiro. O argentino era um dos principais alvos do clube brasileiro no mercado de transferências do início da temporada 2021.

Castellanos é titular absoluto no New York City e considerado uma peça fundamental para o funcionamento do ataque da equipe. Ele marcou três gols nas três primeiras rodadas da MLS. O time americano buscou um substituto à altura. Mas como não encontrou, colocou um fim à negociação com o Palmeiras.

O clube brasileiro já havia acertado a parte financeira com o grupo City, que controla o New York City (além de outros clubes ao redor do mundo, como o Manchester City). A negociação seria feita de forma parcelada e paga apenas a partir de 2022. O jogador também já havia aceitado a proposta e até pedido para não jogar mais para poder acertar a negociação. Contudo, a franquia da MLS pensava em liberá-lo apenas caso encontrasse outro jogador de nível para a posição.

Até o momento, o Palmeiras tem tido uma presença tímida no mercado de transferências do início da temporada 2021. O clube contratou apenas o volante Danilo Barbosa até o momento, apesar do pedido do técnico português Abel Ferreira por reforços principalmente no setor ofensivo.

O Palmeiras pode acabar recebendo um reforço sem pagar nada: o Al-Duhail, do Catar, tem até o próximo dia 15 para decidir se devolve o atacante Dudu, que está emprestado pela equipe alviverde, ou se paga para contratá-lo em definitivo. Caso não queira exercer a opção de compra, o jogador retornará em julho.

Esportes, Palmeiras
Inter de Limeira surpreende Palmeiras, que se complica no Paulistão; lances da partida

Atual campeão, o Palmeiras está ameaçado de não se classificar às quartas de final do Campeonato Paulista. Nesta quinta-feira (29), o Verdão foi superado pela Inter de Limeira por 1 a 0 no Allianz Parque, em São Paulo, pela nona rodada da competição.

O Verdão soma 12 pontos e ocupa o terceiro lugar do Grupo C, seis pontos atrás do Novorizontino, segundo colocado. As duas equipes têm três jogos, e nove pontos, para disputar na primeira fase, mas o Tigre possui duas vitórias a mais (cinco a três). Os dois primeiros de cada chave avançam às quartas de final.

O Leão da Paulista também acumula 12 pontos, na segunda posição do Grupo A, o mesmo do Corinthians (que lidera com 21 pontos). A equipe de Limeira (SP) possui cinco pontos de vantagem para Santo André e Botafogo de Ribeirão Preto (SP), também restando três partidas pela frente.

Em meio a uma maratona, disputando a oitava partida em 18 dias, o Palmeiras foi a campo com um grupo alternativo. Dos titulares da goleada por 5 a 0 sobre o Independiente del Valle (Equador), na terça, pela Libertadores, apenas o goleiro Weverton saiu jogando. O zagueiro Gustavo Gómez, o volante Patrick de Paula, o meia Raphael Veiga e os atacantes Rony e Luiz Adriano ficaram no banco. O 3-5-2 foi mantido, com o volante Danilo Barbosa e os laterais Mayke e Matias Viña fazendo a trinca de zaga.

A etapa inicial foi equilibrada. A Inter assustou duas vezes, aos 13 e 17 minutos, mas as tentativas do atacante Roger e do lateral Rafael Santos, respectivamente, pararam em Weverton. Os anfitriões tiveram a primeira chance aos 16, em chute do volante Esteves, da entrada da área, que passou próximo à meta. Aos 33 minutos, o goleiro Jefferson Paulino evitou o que seria um bonito gol do meia Gustavo Scarpa, em arremate de fora da área.

Aos dois minutos do segundo tempo, o Leão teve a chance mais clara do jogo até aquele momento: uma cabeçada na trave de Roger. O técnico Abel Ferreira colocou titulares habituais do Verdão em campo. Com as entradas de Patrick de Paula, Raphael Veiga, Rony e Luiz Adriano, o time da casa até ameaçou uma blitz, mas só assustou em bolas aéreas. No fim, foi a Inter quem chegou ao gol. Aos 48 minutos, o meia Bruno Xavier foi lançado na entrada da área, driblou Esteves e garantiu a vitória alvinegra.

O Palmeiras volta a campo pelo Estadual neste domingo (2), às 20h (horário de Brasília), contra o Santo André, no estádio do Canindé, em São Paulo. Se perder, praticamente dá adeus às chances de seguir no Paulistão. Na segunda-feira (3), no mesmo horário, a Inter recebe o São Caetano no estádio Major Levy Sobrinho, em Limeira. Os duelos valem pela décima rodada.

Mais Paulistão

Ainda nesta quinta-feira, o Mirassol colocou um pé nas quartas de final ao superar a Ponte Preta por 2 a 1 no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP). O Leão da Alta Araraquarense subiu para 17 pontos e lidera o Grupo D. São oito pontos de vantagem para o Santos, terceiro colocado e primeiro clube fora da zona de classificação.

Já a Macaca permanece com dez pontos, na terceira posição do Grupo B, dois pontos atrás da Ferroviária, que aparece em segundo. O São Paulo, com 25 pontos, encabeça a chave. A situação da Ponte só não ficou mais delicada na briga por lugar nas quartas porque a Ferrinha empatou por 2 a 2 com o Santo André na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP), em outro compromisso desta quinta.

Agência Brasil

Esportes, Libertadores, Palmeiras
Palmeiras mantém 100% de aproveitamento na Libertadores; veja os gols

O Palmeiras manteve 100% de aproveitamento na atual edição da Libertadores após golear, nesta terça-feira (27) em São Paulo, o Independiente del Valle (Equador) por 5 a 0 em jogo do Grupo A. Com este resultado, o Verdão ficou na liderança da sua chave com 6 pontos conquistados, pois na estreia superou o Universitario (Peru) por 3 a 2.

https://youtu.be/ivdmnLC7H3o

Jogando em casa, o Palmeiras avançou a marcação para dificultar a saída de bola do adversário. E esta postura deu resultado aos 10 minutos, quando Raphael Veiga conseguiu roubar a bola na intermediária adversária e tocou para Rony, que bateu muito forte cruzado para abrir o placar.

Nove minutos depois o Verdão chegou ao segundo gol em jogada muito parecida, mas com personagens diferentes. Patrick de Paula roubou a bola na intermediária do Del Valle e lançou Luiz Adriano, que não falhou diante do goleiro adversário.

O terceiro gol do Palmeiras veio após o intervalo. Aos 20 minutos Patrick de Paula aproveitou bobeada da defesa adversária e dominou a bola. O volante partiu livre e chutou para defesa parcial do goleiro Moisés Ramírez. Mas no rebote, o camisa 5 conseguiu marcar.

O Verdão chegou ao quarto gol aos 29 minutos, quando o lateral Victor Luis avançou livre pela esquerda e cruzou para a área, onde Rony chegou em velocidade para bater de primeira, de chapa, para marcar o seu segundo no jogo.

E ainda deu tempo para o quinto, que saiu em cabeçada do volante Danilo Barbosa após cobrança de escanteio de Wesley.

O próximo compromisso do Palmeiras na Libertadores será na terça (4), quando mede forças com o Defensa y Justicia (Argentina) fora de casa.

Esportes, Libertadores, Palmeiras
Palmeiras recebe Del Valle pela segunda rodada da Libertadores

O Palmeiras recebe o Independiente del Valle (Equador) em São Paulo, nesta terça-feira (26) a partir das 21h30 (horário de Brasília), em jogo da 2ª rodada do Grupo A da Copa Libertadores. O confronto será o primeiro como mandante do atual campeão da competição continental.

E o Verdão chega ao confronto em situação confortável, como líder da chave, com 3 pontos, após a vitória de 3 a 2 na estreia sobre o Universitario (Peru). Já a equipe equatoriana tem apenas 1 ponto conquistado, após o empate em 1 a 1 com o Defensa y Justicia (Argentina) na rodada inicial.

Mesmo poupando os titulares na última rodada do Paulista (derrota de 2 a 1 para o Mirassol), o técnico Abel Ferreira terá alguns problemas para escalar sua equipe. Ele não poderá contar com o lateral uruguaio Matías Viña (suspenso por expulsão na final da Recopa Sul-Americana), o zagueiro Alan Empereur (que tomou vermelho na estreia contra o Universitario) e com os lesionados Lucas Lima, Gabriel Veron, Breno Lopes e Kuscevic.

O certo é que o Verdão jogará em busca de uma vitória que lhe faça esquecer a fraca campanha no Estadual, onde, ocupando apenas a 3ª posição do Grupo C, corre grande risco de não se classificar para a fase final da competição.

Assim como a equipe brasileira, o Independiente del Valle chega à partida após dar descanso a seu time titular, na verdade a toda a sua equipe, pois não teve compromissos desde a estreia na Libertadores na última quarta (21).

Para o confronto programado para o Allianz Parque, o time equatoriano aposta em seu bom retrospecto recente: uma invencibilidade nos últimos nove jogos, com dois empates e sete vitórias (duas delas de 2 a 1 sobre o Grêmio pela fase prévia da Libertadores). E para alcançar um resultado positivo o técnico português Renato Paiva aposta suas fichas no momento goleador do atacante argentino Christian Ortiz.

Agência Brasil

Esportes, Palmeiras, São Paulo FC
Análise: São Paulo domina o rival Palmeiras comandado por “velho” Daniel Alves na ala direita

Daniel Alves por anos desfilou no futebol europeu como o melhor lateral-direito do mundo. De volta à posição como ala no clássico contra o Palmeiras, o camisa 10 do São Paulo relembrou os velhos tempos e comandou a vitória por 1 a 0, no Allianz Parque, a segunda consecutiva do time tricolor na casa do rival. Dessa vez pelo Campeonato Paulista (ano passado foi pelo Brasileirão).

Escalado aberto pela direita, Daniel Alves foi o “velho” Dani Alves. Como nos tempos de Barcelona, Sevilla e seleção brasileira, assumiu a função construtora pelo lado do campo e liderou o time. Dos pés dele, inclusive, saiu o gol responsável por definir o primeiro Choque-Rei da temporada e embalar de vez a equipe comandada por Hernán Crespo.

O camisa 10 avançou para pressionar a saída de bola do Palmeiras, roubou de Gustavo Scarpa, carregou e cruzou como um lateral de sua categoria para Pablo, sozinho, balançar as redes do rival. Ações em alto nível de um jogador diferenciado e que resultaram em três pontos.

Antes mesmo do gol, o lateral Daniel Alves se apresentava como principal opção do São Paulo para o clássico. Na primeira etapa, um cruzamento achou Luciano, que quase balançou as redes. Era uma amostra de como o caminho para a vitória se construía pelo antigo “melhor lateral direito do mundo”.

Agora resta a dúvida para Hernán Crespo: retornar Daniel Alves para o meio-campo, função na qual ele se acostumou a jogar no São Paulo, ou insistir para o veterano retornar à velha função que o colocou como um dos destaques do futebol europeu desde o fim da década passada.

Ter de volta o “melhor 2 do mundo” é um “problema” desejado por qualquer treinador.

Esportes, Palmeiras, São Paulo FC
Palmeiras x São Paulo: veja onde assistir, escalações, desfalques e arbitragem

Palmeiras e São Paulo se enfrentam nesta sexta-feira, às 22h (de Brasília), no Allianz Parque, em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Paulista. Acompanhe aqui em Tempo Real, com vídeos exclusivos de lances e gols.

As duas equipes entraram em campo na última quarta-feira: o Verdão foi derrotado pelo Defensa y Justicia na Recopa Sul-Americana e o Tricolor venceu o Guarani, em jogo adiantado da nona rodada do torneio estadual.

Por causa da sequência de jogos e do desgaste físico da equipe, que teve de disputar uma prorrogação contra os argentinos, o Palmeiras deve apostar em uma formação modificada. No Paulistão, os alviverdes estão na segunda colocação do Grupo C, com oito pontos em quatro jogos.

+ Veja a tabela do Paulistão

Transmissão: Premiere (com narração de Everaldo Marques e comentários de Roque Jr, Maurício Noriega e Sálvio Spínola)

Tempo real: o ge acompanha todos os lances, com vídeos exclusivos. CLIQUE AQUI para seguir.

Palmeiras – técnico: Abel Ferreira

O Verdão deve ter mudanças para o primeiro Choque-Rei da temporada de 2021. O elenco palmeirense retornou para São Paulo apenas na tarde de quinta-feira, depois de enfrentar Flamengo e Defensa y Justicia em Brasília.

Atletas como Zé Rafael, Gustavo Scarpa e Willian, que ficaram no banco na quarta-feira, podem ser aproveitados no Campeonato Paulista.

Quem está fora: Weverton (suspenso), Gabriel Veron (lesão muscular) e Lucas Lima (lesão muscular).

Pendurados: Danilo.

+ Clique aqui e leia mais notícias sobre o Palmeiras

Provável escalação do Palmeiras contra o São Paulo — Foto: ge

Provável escalação do Palmeiras contra o São Paulo — Foto: ge

São Paulo – técnico: Hernan Crespo

O treinador poupou todos os titulares no jogo passado, contra o Guarani. Com isso, terá força máxima nesta sexta. Luciano deve ser a principal novidade. Após se recuperar de dores na coxa, o atacante treinou na última quinta e fica à disposição. Na zaga, Miranda deve começar no banco de reservas após fazer sua reestreia como titular.

Quem está fora: Hernanes e Gabriel Sara (lesionados)

+ Clique aqui e leia mais notícias sobre o São Paulo

Provável São Paulo para enfrentar o Palmeiras — Foto: ge.globo

Provável São Paulo para enfrentar o Palmeiras — Foto: ge.globo

  • Árbitro: Raphael Claus
  • Árbitro assistente 1: Fabrini Bevilaqua Costa
  • Árbitra assistente 2: Alex Ang Ribeiro
  • Quarto árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo
  • Árbitro de vídeo: Vinicius Furlan
Esportes, Palmeiras
Palmeiras cai outra vez nos pênaltis e Defensa conquista a Recopa

Três dias após perder a Supercopa do Brasil para o Flamengo, o Palmeiras voltou a deixar escapar um título nos pênaltis, e novamente em Brasília. Nesta quarta-feira (14), no Mané Garrincha, o Verdão foi superado pelo Defensa y Justicia (Argentina) nas penalidades, por 4 a 3, após ser derrotado por 2 a 1 no tempo normal.

Há uma semana, o time paulista venceu o jogo de ida por 2 a 1 no estádio Norberto “Tito” Tomaghello, em Florencio Varela (Argentina). Até os 47 minutos do segundo tempo desta quarta, a partida na capital federal estava empatada em 1 a 1, resultado que dava o título à equipe alviverde. Uma bomba indefensável do lateral Marcelo Benítez, porém, decretou a vitória do Defensa e levou o duelo para a prorrogação. Nos pênaltis, o atacante Luís Adriano e o goleiro Weverton desperdiçaram as cobranças, enquanto o time argentino teve aproveitamento perfeito.

Em desvantagem no placar agregado, o Defensa teve a iniciativa do ataque com jogadas de linha de fundo, dando trabalho à dupla de laterais do Palmeiras. Faltou, porém, capricho nas conclusões do atacante Walter Bou (que furou a bola dentro da área) e do meia Francisco Pizzini (que perdeu a chance após rebote de Weverton, chutando para fora).

Quem acabou balançando as redes foi o Verdão. Aos 18 minutos, o zagueiro Fernando Meza fez a carga no atacante Rony dentro da área e a penalidade foi marcada com participação do árbitro de vídeo (VAR). O meia Raphael Veiga cobrou e abriu o placar. A vantagem alviverde, porém, durou 12 minutos. O atacante Braian Romero recebeu cruzamento por baixo de Pizzini, que dominou às costas do zagueiro Gustavo Gómez, e bateu de primeira para deixar tudo igual. Aos 36, Weverton evitou a virada duas vezes em sequência, em finalizações de Romero e Benítez.

O segundo tempo começou equilibrado, com a primeira boa chance do Defensa. Aos seis minutos, Romero recebeu (mais uma vez) de Pizzini e foi travado frente a frente com Weverton. Aos dez, Benítez quase surpreendeu o goleiro palmeirense, que evitou o gol olímpico. O Verdão respondeu aos 15, com Rony chutando da entrada da área, obrigando o goleiro Ezequiel Unsain a uma boa defesa.

O jogo ficou dramático para o Palmeiras aos 20 minutos, quando Matías Viña foi expulso após o VAR (árbitro de vídeo) identificar um chute do lateral em Meza. Com um a menos, o Verdão teve a chance de liquidar a fatura aos 33, mas a finalização de bico do atacante Gabriel Veron foi defendida por Unsain. O Defensa foi com tudo para o ataque e, nos acréscimos, Benítez aproveitou a sobra de uma bola e soltou a bomba, indefensável para Weverton, deixando tudo igual e forçando a prorrogação.

O tempo extra começou agitado. Aos dois minutos, o Defensa reclamou de pênalti não marcado de Gómez no atacante Miguel Merentiel. Aos quatro, foi a vez de Rony cair na área em dividida com Unsain. A arbitragem mandou o jogo seguir, mas, alertada pelo VAR, assinalou a penalidade do goleiro. A marcação gerou muita confusão entre jogadores e as comissões técnicas. Romero foi expulso, deixando o time argentino também com dez em campo. Gómez, porém, desperdiçou a penalidade, defendida por Unsain.

O desenrolar da prorrogação escancarou o desgaste de ambas as equipes, que pouco conseguiram produzir. A decisão acabou indo para os pênaltis. Pior para o Verdão. Luís Adriano, que entrou no tempo extra, perdeu a segunda cobrança, enquanto Weverton desperdiçou o quarto chute e decidiu o título a favor dos argentinos, que assinalaram as quatro batidas.