Saber como curar a ressaca rápido, seja na segunda-feira, ou após o carnaval e o Ano-Novo, é um verdadeiro tesouro. Afinal, esses costumam ser os piores dias do ano, em vários aspectos. Nos finais de semana já é comum passar um pouquinho do limite e sofrer consequências.

Agora, em datas especiais, como foi a passagem de 2021 para 2022, o problema pode ser bem pior. Seja pelo consumo desenfreado de alimentos ultraprocessados, pesados e gordurosos, ou mesmo pelo abuso do álcool, a conta sempre vem “amarga” no dia seguinte.

O que é ressaca

“Para absorver e metabolizar grande quantidade de bebida alcoólica, o organismo tem de se desdobrar e acaba sobrecarregando outros órgãos no processo. O fígado sofre mais por produzir as enzimas que ajudam na absorção do álcool. Além disso, demora a entender que deve parar de trabalhar. Assim, quando o álcool já se foi, a concentração dessas enzimas, que são muito tóxicas, ainda é alta, o que gera um desequilíbrio. O sistema nervoso, que se adequou a esse ritmo errado do corpo, acompanha a crise de abstinência. O resultado geral é dor de cabeça, desidratação, enjoo, diarreia e extremo cansaço”, detalha a endocrinologista e metabologista pala USP, Dra. Paula Pires.

Como evitar e combater o problema

Para evitar que isso ocorra, é fundamental curtir as celebrações com parcimônia, sem exageros e manter-se bem hidratado. No entanto, se o estrago já foi feito, mantenha a calma. Sempre é possível amenizar a situação.

“Não há nenhum remédio que a cure nem acelere o metabolismo do etanol. De nada adianta: banho frio, café, chás, produtos com cheiro forte ou qualquer outra medicação caseira. O essencial é hidratação, carboidratos e bastante repouso. Habitualmente, a ressaca melhora até o final do dia”, aconselha a médica.

Existe remédio para ressaca?

Se você é daqueles que adora uma receita mágica para acabar com a ressaca, é melhor rever os seus conceitos. Principalmente se optar por tomar algum tipo de medicamento sem indicação médica.

“São drogas que misturam substâncias contra náuseas, analgésicos e cafeína, tentando amenizar alguns dos sintomas. Seu efeito não perdura muito e alguns contêm anti-inflamatórios ou aspirina, que irritam o estômago. A maioria não age sobre a desidratação, sobre a hipoglicemia, nem sobre a irritação que o acetaldeído provoca nas células”, destaca a Dr. Pires.

Como curar a ressaca rápido

De acordo com a médica, existem apenas três maneiras simples, eficazes e segurar de curar a ressaca o mais rápido possível. Confira:

  • Para quem exagerou, vem a ressaca. Repouse, descanse e relaxe;
  • A ingestão de água e suco durante todo o dia diminui o tempo da recuperação;
  • Coma alimentos leves, frutas e verduras. Prefira sopas e caldos, evitando, alimentos gordurosos.

Fonte: msn.com