Nesta quarta-feira (22) foi exibido o terceiro episódio da série. O Estrela de Fogo surgiu no bairro Lagoa em 2016; fique por dentro da história. A primeira apresentação de Boi-Bumbá em Porto Velho aconteceu em 24 de junho de 1920, na antiga vila de Santo Antônio. Para celebrar a tradição centenária, o Bom Dia Rondônia (BDRO) exibe nesta semana a série “Cultura que Resiste”.
Nesta quarta-feira (22) foi ao ar o terceiro episódio, contando a história do boi-bumbá Estrela de Fogo, um dos mais jovens de Rondônia (assista abaixo).
Série ‘cultura que resiste’ conta um pouco da história do boi-bumbá Estrela de Fogo
O Estrela de Fogo surgiu no bairro Lagoa em 2016. Tudo começou apenas pela diversão, mas depois de um tempo a comunidade percebeu que o boi tinha capacidade de ser mais profissional. Com isso o Estrela de Fogo expandiu e atualmente conta com coreógrafo, bailarinos, artesãos, brincantes, roupas especiais e demais itens.
“Quem domina tudo isso é só quem tem paixão porque nós não ganhamos nada, somente a alegria e o amor que sentimos pelo movimento folclórico. Muitos trabalham de graça. São pessoas que batalham para viver na cultura. Então pra mim hoje é um orgulho”, comentou Alex Moisés, presidente do Boi Estrela de Fogo.
O boi-bumbá é o nome adotado principalmente na região Norte, mas em outras localidades, como no Nordeste brasileiro, também pode ser chamado de “bumba meu boi” e é uma festa cultural que tradicionalmente acontece no mês de junho durante os arraiais.
Perdeu algo?
Veja o primeiro episódio: Boi-bumbá Diamante Negro
Confira o segundo episódio: Boi-bumbá Marronzinho
VÍDEOS: veja mais notícias de Rondônia