O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) declarou que vai investigar possíveis irregularidades que teriam ocorrido em uma das etapas do Concurso do Corpo de Bombeiros (CBMAC).

De acordo com o órgão, há denúncias de que candidatos teriam sido favorecidos nos circuitos do Teste de Aptidão Física (TAF).

O procedimento deve ser instaurado pela 1° Promotoria de Justiça Especializada de Defesa do Patrimônio Público. O comando da CBMAC ainda não se manifestou em relação ao caso.

Esta não é a primeira vez que ocorre problemas na continuação do concurso público. Em abril, o resultado preliminar precisou ser publicado novamente com uma nova lista de aprovados, já que a anterior possuía erros nas pontuações dos candidatos.

O TAF, que seria realizado no mesmo mês, precisou ser adiado para 10 de maio, já que alguns participantes alegaram pouco tempo para ser feito o exame, e os feriados que antecederam os dias, impediriam a entrega dos laudos médicos na data solicitada.