23/11/2020 68992202644

Política

banner seguranca

Professor da Ufac diz que prefeita vai vencer no segundo turno

Ex-reitor critica Bocalom por cantar vitória antes da hora e conclama aliados de Socorro Neri a botarem água no chope de quem já se considera vencedor

Por Kiara Azevedo 17/11/2020 às 15:52:50

Jonas Filho, ex-reitor da Ufac, diz que Tião Bocalom está cantando vitória antes do tempo

TIÃO MAIA, DO AMAZÔNIA AGORA

Professor-doutor da Universidade Federal do Acre (Ufac), o paleontólogo Jonas Pereira Filho, ex-reitor da instituição, disse, nesta terça-feira 17/11, em Rio Branco, que a prefeita Socorro Neri, que vai disputar o segundo turno da eleição com o candidato do PP Tião Bocalom, está no jogo e que seus adversários estão cantando vitória antes do tempo. "Não caia nesse conto, nessa história esfarrapada de que o segundo turno desta eleição já está liquidado considerando que a Bocalom restou menos que 1% para vencer já no primeiro, e que ele terá os mesmos votos e bastará mais 2% e blá, blá, blá, para ele vencer", escreveu o professor em suas redes sociais ao estimular sua colega de Ufac a ir para cima dos adversários.

De acordo com o professor, Tião Bocalom comete uma balela ao se proclamar prefeito sem a eleição ter sido definida. "Isso é balela. Primeiramente lembrar, que toda vez que houver possibilidades matemáticas em uma decisão, haverá uma chance", acrescentou Jonas Filho. "Ganhar na adversidade, segundo registros, não é raro; a história da vitória de David sobre Golias é a mais emblemática", disse.

Jonas Filho lembrou que "só os fracos se amedrontariam frente a esse quadro desenhado pelas mãos dos opositores". "Lembre-se de que, para muitos, Socorro Neri nem sequer passaria para o segundo turno e que, para Bocalon e sua turma, eles venceriam no primeiro. Até cantaram a vitória", criticou.

Para o professor, entrou água no chope do pessoal de Bocalom, que está cantando vitórias antes do tempo. "Aguamos o chope deles, pela nossa determinação e garra no apoio à Socorro. O efeito psicológico de quem deixou de ganhar por pouco é pior do que para quem perdeu por muito, acredite", lecionou o professor. "Nossa missão não será fácil, mas é perfeitamente possível de reverter, basta a gente querer e nós queremos muito", disse.

De acordo com Jonas Filho, os adversários de Socorro Neri "gastaram até a liga do "gás" que impulsionou a campanha deles. No segundo turno, sem o "gas", sem oxigênio, vai bater o desânimo e o descompromisso na maioria deles. Temos uma candidata forte, mulher corajosa, arrojada que vai adequar o seu discurso e as estratégias para o novo turno. Nós, com a mesma determinação que tivemos no primeiro, vamos ajudar a levar nossa candidata à vitória", profetizou.


Comentários