banner gov 14.01

Com medo da virada de Socorro Neri, Bocalom agora apela até para a coitada da esposa inerte numa cama de hospital

Nas redes sociais, candidato mostra a pobre mulher indefesa e sem fala, além de recorrer a morte do filho para tentar sensibilizar eleitor e perder menos votos

Por Francisco Fabiano em 28/11/2020 às 18:21:12

TIÃO MAIA, DO AMAZÔNIA AGORA

Vendo a eleição praticamente lhe escapar pelos dedos no segundo turno da corrida pela Prefeitura de Rio Branco, neste domingo 29/11, o candidato do PP Tião Bocalom, resolveu apelar para a fragilidade de sua esposa, dona Beth, e até para a morte do filho, Sebastião Bocalom, vítima de uma doença rara, aos 12 anos de idade. Utilizando suas redes sociais, a pretexto de justificar sua ausência no debate da última sexta-feira 237/11, na TV Acre, ao qual não compareceu jusitifcando que tinha outro compromisso no mesmo horário – sendo que o encontro estava agendado desde outubro -, o candidato foui além do normal no quesito apelativo.

Para justificar a frase no programa "Café com Notícias", apresentado pelo jornalista Washington Aqui, na Tv Bandeirantes, no início da semana, quando disse, claro e bom som, que seria preciso que toda população pegasse o Covid-19 para se tornar imunizada e que mandaria crianças à escola porque o vírus não seria letal a elas, o candidato desmentiu a si próprio. Insinuou que a frase foi retirada do contexto e que por isso estaria sofrendo uma campanha de exploração de sua imagem.

Sua aparição nas redes sociais após fugir ao debate para o qual havia sido previamente convidado mostram que o candidato sentiu que vem o perdendo votos, pelo que disse e pela fuga para não enfrentar a atual prefeita.

Mas o que já estava ruim, pode ficar pior. Ao usaqr fotografias de sua esposa, dona Bete Bocalom, imóvel em uma cama de hospital no interior de Minas Gerais, e ao ap4lar para a morte do filho, Tião Bocalom mostrou que é um homem muito mais perigoso do que aparente e que é capaz de tudo, até mesmo de utilizar da imagem de uma mulher doente e indefesa, para satisfazer seus interesses pessoais e políticos



Comunicar erro
banner aleac

Comentários